Visualizar o projeto, planejar, comprar os materiais e seguir as instruções até a hora de descobrir que vai precisar serrar alguma coisa. Complicou? A primeira coisa que você precisa saber é quais são os tipos de serra que você pode usar.

Não é de hoje que o movimento DIY (Do It Yourself) ou Faça Você Mesmo ganhou forças. Eventualmente, você descobre que uma pessoa conhecida botou a mão na massa para fazer um projeto em casa e decide tentar também.

Logo, descobre que algumas ideias, ainda que sejam simples, podem precisar de um pouco mais de conhecimento. É o caso, por exemplo, da escolha do tipo de serra ideal para cada tipo de trabalho.

Principais tipos de serra

Como você deve saber, existem diferentes tipos de serra no mercado. O primeiro passo para entender qual usar em cada trabalho é conhecer as principais opções existentes. Acompanhe!

Serra manual

Serra manual é outra forma de se referir a serras de mão como o serrote.

Ao escolher esse tipo de ferramenta, você deve prestar a atenção em detalhes como o número de dentes da serra. Considere que:

  • 5 a 7 dentes por polegada: ideal para madeiras grossas;
  • 9 a 13 dentes por polegada: ideal para objetos relativamente finos;
  • 13 a 16 dentes por polegadas: ideal para objetos ainda mais finos.

Vale notar também qual é o material usado para o punho, que nada mais é do que a parte em que você vai segurar. Alguns são feitos de madeira, enquanto outros são de plástico e contam com acabamento antiderrapante para garantir mais segurança.

Ainda, é interessante conferir se a opção escolhida desse tipo de serra tem uma camada de teflon nas laterais. Isso porque o teflon vai ajudar a serra a deslizar com mais facilidade, além de aumentar a segurança no uso.

Serra elétrica

Outro tipo de serra bem conhecido, inclusive por estar entre os mais acessíveis, é a serra elétrica. Basicamente, elas contam com um motor e com um mecanismo que otimiza o serviço de corte.

A questão é existem serras elétricas diferentes para trabalhos diferentes. Sabendo disso, vamos apresentar algumas delas aqui:

  • Serra elétrica tico-tico;
  • Serra elétrica circular;
  • Serra elétrica fita;
  • Serra elétrica mármore;
  • Serra elétrica meia esquadrilha.

Qual tipo de serra usar

Agora que você sabe quais são os principais tipos de serra, nada mais justo do que saber qual delas em usar em cada tipo de trabalho, não é mesmo? Vamos lá!

Note que não separamos as serras apenas com base nos materiais que elas são capazes de cortar, considerando também algumas de suas características e os resultados que elas são capazes de conquistar:

Serra manual

Se o projeto é mais simples e envolve o corte de peças de compensado, MDF, plástico ou alumínio ― algo que podemos chamar de trabalhos gerais ― a opção mais indicada costuma ser o serrote de mão.

Entretanto, sempre convém analisar bem a necessidade. Se você precisa cortar madeira maciça ou garantir um corte bem preciso, uma serra circular pode ser a escolha mais apropriada.

Serra tico-tico

Para começar a falar sobre os tipos de serra elétrica no que diz respeito ao seu uso, vamos de serra tico-tico; uma opção interessante para cortes em madeira, cerâmica e plástico.

Há duas coisas que você precisa observar com relação a essa serra, porém. A primeira é que é importante dar atenção ao comprimento da lâmina para assegurar que a profundidade do corte vai corresponder às necessidades do projeto.

A segunda coisa que precisar ser levada em consideração é que, quer você decida cortar em linha reta ou em curvas, terá de lidar com um limite máximo de 45°.

Serra elétrica circular

Já mencionamos o uso da serra elétrica circular para o corte de madeira maciça e, agora, complementamos dizendo que há outros materiais que esse tipo de serra pode cortar.

Quanto a isso, no momento da compra, você precisa observar as instruções para conferir quais tipos de trabalho o disco da serra foi desenvolvido para fazer.

Seja como for, é importante alertar que a serra circular não deve ser usada em pedras, peças de alvenaria ou em metais de carbono.

Serra elétrica fita

A serra de fita é um tipo de serra ideal para cortes precisos e para cortar materiais muito espessos que a serra circular não daria conta.

Versátil, consegue cortar praticamente qualquer tipo de material, podendo ser usada em metais, polímeros, madeira e até ossos (por isso, é uma serra muito útil em açougues e frigoríficos).

Além de cortes retos, uma serra elétrica de fita também realiza cortes curvos e irregulares.

Serra elétrica mármore

Se seu projeto é de reforma, pode ser que você precise de uma serra tipo mármore e seus pequenos e poderosos discos de alta rotação.

Esse modelo de serra elétrica é ideal para cortar materiais mais grossos como tijolos, pedras, pisos, azulejos, ardósias e até paredes.

Serra elétrica meia esquadria

Outro tipo de serra que é muito usado em reformas ou construções é a serra meia esquadria.

Isso porque é capaz de fazer cortes bem precisos e com bom acabamento, em diferentes ângulos: de 45° a 90°.

Para usar essa ferramenta em seus trabalhos, você precisa dar atenção ao disco a ser usado e às suas instruções porque a escolha vai variar de acordo com o tipo de material a ser cortado.

Cuidados ao usar uma serra

Projetos de DIY são bem interessantes. Além de servirem como um bom passatempo e como um trabalho para o cérebro e contra o estresse, permitem que tenhamos criações originais, muitas vezes economizando um bom dinheiro.

Entretanto, nada disso significa que o trabalho feito com qualquer tipo de serra é tranquilo e leve, não é mesmo? Serras são usadas para realizar cortes nos mais diversos tipos de material e isso significa que têm potencial para causar acidentes também.

Todo cuidado é pouco, sobretudo porque acidentes têm mais chances de acontecer quando os equipamentos, sejam manuais ou elétricos, são usados de forma inadequada. Ou quando quem os tem em mão simplesmente subestima seu poder de corte.

Com isso em mente e com o objetivo de livrar você de situações que podem resultar em ferimentos graves, separamos uma lista de itens de proteção e segurança que você precisa ter para usar os diferentes tipos de serra. Confira:

  • luvas;
  • óculos de proteção;
  • máscaras (para não aspirar o pó que alguns materiais soltam durante o processo de corte);
  • protetores auriculares (para não prejudicar a saúde auditiva com os altos ruídos que as serras elétricas podem fazer);
  • botas grossas (para evitar pisar em lascas ou outros materiais cortantes sem a devida proteção e para manter os pés mais seguros caso algo caia sobre eles).

Considere esses itens de proteção como itens que você, que é da turma do Faça Você Mesmo, deve ter em casa para fazer seus projetos com tranquilidade, driblando eventuais riscos.

Gostou do post? Aproveite para conhecer a Oba Serra: a serra multifuncional mais completa do mercado!

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *