Um tubarão bem aí, na sala da sua casa! Já pensou? Claro que não é de verdade, mas é realidade aumentada aplicada às pesquisas do Google para projetar imagens 3D de diversos animais.

A tecnologia depende do uso de um celular moderno, ou seja, de um smartphone que funcione com sistema operacional Android ou iOS. Com isso, é possível levar animais selvagens e até mesmo os já extintos dinossauros para a sala de estar ou outro ambiente qualquer.

Mais do que comentar a realidade aumentada no Google, queremos contar a você o que é e como essa tecnologia funciona. Vamos lá?

Que realidade é essa?

Até mesmo para quem é mais conectado, conceitos e tecnologias que são ou que se popularizaram mais recentemente podem gerar dúvidas e se transformarem em um verdadeiro mistério.

Por isso, vamos começar explicando a você o que é realidade aumentada ou, em inglês, amplified reality (AR). Trata-se de uma tecnologia que integra elementos do mundo digital a elementos do mundo real por meio de uma câmera e, por vezes, de sensores de movimento.

Como resultado, os dois mundos se misturam, permitindo que a gente interaja com objetos ou seres que não estão no mesmo ambiente real que a gente está. Consegue traçar um paralelo entre essa explicação e a ideia de ter um tubarão na sala de sua casa? Pois é.

Realidade aumentada e realidade virtual

Para que você entenda direitinho do que estamos falando, é importante que apontemos a diferença entre a realidade aumentada e a realidade virtual considerando que é bem fácil confundir os dois conceitos.

Enquanto a realidade aumentada mescla dois mundos, o real e o digital, a realidade virtual ou virtual reality (VR) cria um mundo inteiramente novo. Para tanto, essa tecnologia aposta nos cinco sentidos humanos para transportar as pessoas a outro lugar.

Quando você usa a realidade aumentada do Google para ver um tubarão em sua sala, pode até conseguir assustar alguém por alguns instantes, mas é fácil distinguir o que é verdadeiro do que não é.

Por sua vez, quando você usa um óculos de realidade virtual, por exemplo, pode mergulhar de verdade em uma outra realidade e se assustar com ela. Se quiser entender melhor, vá ao youtube e pesquise por “susto na montanha russa com realidade virtual” ou algo parecido.

Como a realidade aumentada funciona

Agora que você já sabe o que é realidade aumentada, vamos contar a você de forma simples como essa tecnologia funciona. Basicamente, é necessário ter:

  • Um marcador físico para servir de referência ao mundo digital e vice-versa;
  • Um software capaz de integrar as duas realidades;
  • Uma câmera para projetar imagens virtuais no mundo real.

O objetivo da tecnologia da realidade aumentada é aumentar a realidade existente, digamos assim. Você continua vendo o mundo real, diferente do que acontece com a realidade virtual, mas com novos elementos trazidos do digital.

Um serviço de decoração de ambientes, por exemplo, pode utilizar o software baseado em AR para mostrar ao cliente como um móvel ficaria na sala de sua casa. Assim, o cliente pode optar ou não pela compra sem precisar ir à loja para conferir em tamanho real como é o móvel em questão.

A realidade aumentada do Google

Foi na Google I/O de 2019, conferência anual que a empresa realiza, que a Google anunciou o uso da realidade aumentada como funcionalidade de sua ferramenta de busca.

Com isso, qualquer um que tenha um smartphone com Android 7 ou superior ou iOS 11 ou superior, conectado à internet pode buscar por animais e dar o comando para vê-los reproduzidos em modelos 3D na própria casa ou onde quer que seja.

Como usar o recurso e ver animais em 3D

Está achando interessante e não vê a hora de testar o recurso e colocar um tubarão ou outro animal na sala de sua casa? É simples, confira o passo a passo da realidade aumentada do Google:

1. Abra o aplicativo do Google em seu celular;

2. Digite o nome de um animal na busca;

3. Confira se na página de resultados aparece uma imagem do animal acompanhada dos dizeres “ver em 3D”;

4. Clique em “ver em 3D” e acompanhe as orientações (pode ser preciso movimentar o celular para que sua câmera mapeie o ambiente e, em seguida projete a imagem do animal em questão);

5. Divirta-se! É possível aumentar ou diminuir o zoom da imagem para alterar o tamanho do animal e vê-lo reproduzindo alguns movimentos.

Os animais que você pode ver em realidade aumentada

O Google tem uma lista boa de animais que podem ser projetados por meio da realidade aumentada, mas dada a vastidão da nossa fauna, é certo que nem todos estão no catálogo da ferramenta.

Com o tempo, é provável que a Google vá atualizando a lista para ampliá-la. Com base no que temos até o momento, selecionamos alguns destaques. Confira:

  • Animais terrestres: cabra, cavalo, guaxinim, leão, lobo, panda, píton-real, tigre, urso e outros;
  • Animais aquáticos: jacaré norte-americano, pato, peixe-diabo-negro, polvo, tartaruga verde, tubarão branco e outros;
  • Aves: águia, arara, pinguim-imperador;
  • Insetos: besouro-rinoceronte, cigarra, joaninha, libélula, louva-a-deus, vagalume e outros;
  • Animais domésticos: buldogue francês, gato, golden retriever, pug, rottweiler e outros;
  • Dinossauros: braquiossauro, estegossauro, tiranossauro rex, triceratops, velociraptor e outros.

Para que usar a realidade aumentada do Google

A realidade aumentada do Google virou assunto durante a pandemia do novo coronavírus, quando muita gente acabou tendo bastante tempo livre em razão do isolamento social.

Assim, um primeiro uso que podemos apontar para a tecnologia é se divertir e passar o tempo ou, em outras palavras, matar o tédio. Quanto a isso, saiba que é possível gravar vídeos com os animais 3D para fazer pegadinhas ou simplesmente arrancar boas risadas de seus amigos e familiares.

Ainda, caso você seja fã de animais e entenda sobre eles, pode usar as projeções da realidade aumentada para ensinar crianças ou quem quer que seja sobre os bichos. Vamos combinar que as projeções em 3D chamam a atenção e podem ser uma boa “desculpa” para ensinar sobre o meio ambiente.

Gostou do post? Aproveite para ler também sobre O que é realidade virtual e entender melhor a diferença entre as duas tecnologias!

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *