Melhor do que aproveitar tudo de bom que a internet tem a oferecer é fazer isso com segurança, não é mesmo? Por isso, o assunto de hoje é como proteger suas contas nas redes sociais.

Quando criamos um perfil em uma rede, fornecemos alguns dados e, ao usar as redes, trocamos informações que, por vezes, preferimos manter como privadas. Assim, nada melhor do que aprender a evitar invasões, golpes e problemas afins.

Continue a leitura do post para conferir nossas dicas!

Tenha senhas fortes

A gente sabe que é complicado isso de ter que criar senhas a cada vez que criamos uma nova conta, seja em um aplicativo ou em um site, como um e-commerce, por exemplo.

Com isso, é natural que busquemos simplificar as coisas optando por senhas simples e que sejam fáceis de lembrar. Porém, isso tende a nos levar ao erro de criar senhas fracas que pessoas mal-intencionadas conseguem desvendar sem muita dificuldade.

Já pensou se seus dados pessoais caem nas mãos de desconhecidos porque você optou por usar uma entre as piores senhas do mundo? A saída é mesmo escolher senhas que não sejam facilmente decifráveis.

Uma boa dica é alternar letras, números e caracteres especiais ou até recorrer a um gerador de senhas aleatórias para contar com combinações mais poderosas.

Evite repetir senhas

Pegando o gancho no que acabamos de dizer, sabemos também que é comum o desejo por usar as mesmas senhas ao invés de criar combinações novas a cada cadastro feito na internet.

Mas se você quer mesmo proteger suas contas nas redes sociais, precisa contar com senhas únicas. Por que? Se um hacker descobrir uma de suas senhas, terá acesso apenas a um perfil e não a todos.

Dessa forma, você pode evitar riscos maiores. Quanto mais acessos uma pessoa mal-intencionada conseguir por meio de uma única senha, maiores são as chances de que dados sensíveis sejam expostos ou usados por terceiros.

A dica é especialmente importante caso você tenha um cartão de crédito cadastrado em alguma das redes que utiliza e é fácil entender o motivo.

Habilite a verificação em duas etapas

Agora, imagina se fosse possível barrar a ação de uma pessoa mal-intencionada que conseguiu descobrir sua senha? Parece bom e melhora quando a gente descobre que tem como fazer isso.

A verificação em duas etapas é como se fosse uma porta dupla. Se um hacker passar pela primeira, vai precisar de mais informações para passar pela segunda e, dessa vez, terá um desafio muito maior para ser bem-sucedido.

Quando você habilita a verificação em duas etapas ou a autenticação de dois fatores, determina que é necessária uma confirmação para que o acesso seja concedido.

Como funciona

Ao habilitar essa verificação em duas etapas, você escolhe se a confirmação do acesso à sua conta se dará por SMS ou e-mail.

Depois, a cada nova tentativa de login, um código será enviado por mensagem de texto ou e-mail, de acordo com sua escolha. Então, você precisará informar esse código para ter acesso às suas redes, mesmo já tendo informado a senha antes.

Esse processo é interessante para proteger contas nas redes sociais porque, mesmo que alguém consiga sua senha, dificilmente terá acesso ao seu celular ou e-mail para saber qual o código de confirmação.

Além do mais, se uma pessoa mal-intencionada tentar acessar seus perfis, você receberá um SMS ou e-mail com o código de confirmação. Isso servirá de sinal de alerta para o fato de que alguém está tentando logar nas suas redes.

Dessa forma, por precaução, você terá a oportunidade de trocar suas senhas, dificultando a ação dessas pessoas.

Confira seu histórico de segurança

Seja pelo computador ou pelo próprio celular, acessando as configurações de cada aplicativo você consegue conferir o histórico de segurança.

A ideia é descobrir quantas sessões ativas existem no momento e de onde essas sessões acontecem. Essa é uma forma interessante de proteger suas contas nas redes sociais porque permite que você cancele acessos que não reconhece.

Ao verificar as informações, você verá a lista de “sessões ativas”, com o dispositivo usado em cada caso, bem como o horário do acesso. Assim, se ficar na dúvida ou desconfiar de algo, pode revogar esses acessos.

Se você usou um computador de terceiros para acessar o Facebook, por exemplo. Do seu próprio dispositivo, pode forçar o cancelamento do acesso feito por aquele computador. Dessa forma, evita que outra pessoa navegue pelo seu perfil.

Entenda a dinâmica das redes sociais

Questione aquilo o que você não entender ou considerar suspeito. Uma rede social pode, sim, te enviar um e-mail informando que alguém tentou acessar seu perfil.

Entretanto, antes de clicar em um link para “recuperar sua conta” ou “mudar sua senha”, tente acessar o aplicativo normalmente.

Se possível, faça a mudança de senha direito pelas configurações de segurança da rede, e não pelo e-mail. Por que? A ideia é evitar as chances de que você caia em um link de e-mail falso que busca, justamente, roubar sua senha.

Esclarecendo: o e-mail pode ser verdadeiro e seguro, mas caso você não saiba ao certo como checar isso, tentar alterar seus dados direto pelo app tende a ser a melhor saída.

Configure o acesso a dados

Por fim, uma dica que não é necessariamente sobre como proteger suas contas nas redes sociais, mas como manter seus dados seguros de forma geral.

Quando você cria uma conta no WhatsApp, por exemplo, é natural que o app peça sua permissão para acessar sua câmera, seu álbum de fotos e seu microfone.

As solicitações feitas pelo aplicativo precisam ser condizentes com sua finalidade e com a sua forma de uso. Você pode negar, por exemplo, que o WhatsApp tenha acesso à sua localização.

Essas configurações podem ser atualizadas quando você quiser para que você use os apps da forma mais segura possível, de acordo com suas necessidades ou interesses.

Conclusão

Algumas dicas a serem seguidas para proteger suas contas nas redes sociais não são novas, mas precisamos insistir em ressaltá-las.

Isso porque a gente sabe que, às vezes, a gente acaba abrindo mão de criar uma senha forte para criar uma fácil de lembrar, por exemplo.

Dessa forma, mesmo sem querer, vamos nos expondo a riscos, sempre na esperança de que nada aconteça. Como você sabe, porém, é melhor não dar bobeira para o azar.

Assim, esperamos que nossas dicas tenham sido úteis e te ajudem a navegar com mais segurança.

Gostou? Leia nossas dicas para gerenciar senhas facilmente e não deixar que a memória seja um problema!

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *