O polimento automotivo é um procedimento necessário para manter o seu carro em dia. Poucas pessoas conhecem os seus benefícios e até do que trata esse processo. 

Para facilitar ainda mais o entendimento sobre o tema e quando ou como você deve fazê-lo no seu carro, a ObaBox te chama para dar uma voltinha no texto de hoje.

Aqui você vai tirar todas as suas dúvidas. Vamos lá?

Esperamos que você curta a leitura!

O que é o polimento automotivo?

Polimento automotivo é um processo que tem como objetivo corrigir a pintura de defeitos da lataria do seu carro. Então, os riscos superficiais e até manchas podem ser corrigidos com o polimento.

Além disso, esse procedimento também renova o brilho das superfícies, mesmo para as que foram pintadas novamente e precisam de brilho.

No polimento automotivo também há a aplicação de ceras e todo o tipo de proteção necessária para a parte externa do carro. 

Quem pode fazer o polimento?

O ideal é que um profissional faça esse procedimento, pois se não for feito da maneira correta, pode haver prejuízo na pintura do carro.

Porém, depois de muito estudar, testar e aprender sobre o processo, é possível que o próprio dono do carro faça o polimento automotivo. 

Inclusive, fazer esse processo em casa pode economizar um bom dinheiro do orçamento.

Se você está afim de colocar a mão na massa, a ObaBox separou alguns detalhes para você seguir na hora de fazer o seu polimento. 

Ao fazer o seu polimento:

  1. Atenção ao material usado: Use o melhor material para dar qualidade ao brilho do seu carro. Alguns desses materiais são: cera líquida, pasta abrasiva, polidor composto, cera cristalizadora, lustrador, algodão e pano de microfibra.
  2. Lave o seu carro antes de começar: Separou todos os materiais que você precisa para o polimento automotivo? Perfeito. Antes de começar é hora de você lavar o seu carro para deixá-lo sem nenhuma sujeira que possa prejudicar o processo do polimento. 
  3. É hora do pré-polimento: Nesse processo, depois de lavado e seco, a parte externa do carro precisa receber uma camada de cera líquida. Logo em seguida, passe a pasta abrasiva. Você pode retirar o material com o pano de microfibra. Não esqueça de prestar atenção na etiqueta do pano para que a mesma não prejudique a aderência do produto no carro. 
  4. Fase do polimento: É hora de aplicar o polidor composto. Faça a aplicação com as suas mãos e em seguida dissipe o restante fazendo movimentos horizontais. Utilize o algodão para tornar o procedimento mais fácil e correto. 
  5. Finalizando o polimento: Agora é hora de fechar os poros da pintura do carro. Utilize o algodão em movimentos verticais e em seguida o pano para retirar o excesso de polidor. Espere até secar. 
  6. Última fase – lustrando o carro: Aplique o lustrador em movimento horizontais. Em seguida, aplique uma quantidade pequena de cera cristalizadora por toda a superfície do veículo, retirando o excesso em pano de microfibra. 

Por que é necessário o polimento automotivo?

Há quem ache que o polimento automotivo não é tão importante. Mas a questão fica além do gosto pessoal de cada pessoa.

O polimento automotivo ajuda na preservação do seu veículo, além de valorizar o automóvel em caso de venda.

Afinal, quem é que não quer um carro bonito e bem conservado? 

Além disso, o polimento automotivo não é um procedimento que precisa ser feito sempre.

Quando a pintura e o brilho do veículo começam a ficar desgastados, é o momento ideal para que o dono faça o processo.

É recomendado também que o polimento só seja feito até no máximo 3 vezes por toda a vida útil do carro. 

Diferenças entre o polimento, enceramento e a cristalização 

Algumas pessoas ficam em dúvida sobre qual o melhor procedimento para manter o carro em um estado de conservação e beleza.

Abaixo você poderá conferir a diferença entre os 3 mais conhecidos. 

  • Enceramento: Indicado para todos os veículos, principalmente novos, seminovos e repintados. É o mais barato entre os 3 procedimentos. Os valores podem variar entre R$ 100 e R$ 150. 
  • Polimento automotivo: Recomendado para pinturas que foram manchadas, estão expostas ao sol, riscos e peças que foram manchadas por plantas e animais. Peças repintadas e que estão com pouco brilho também entram no processo. O orçamento para o polimento pode chegar a R$ 300. Utilizar politriz e produtos abrasivos retira um pouco da camada de verniz. Então, recomenda-se que esse processo não ocorra com frequência. 
  • Cristalização: O processo se refere a aplicação de uma resina protetora na pintura do carro. O requisito para esse processo é que o carro tenha poucos anos de uso. O valor do orçamento para esse processo pode ficar em cerca de R$ 350. 

Você viu nesse texto:

  • O polimento automotivo é um dos processos que visa trazer ao seu carro o brilho e restaurar riscos menores da lataria do automóvel;
  • Além disso, também é responsável por retirar manchas que podem deixar o carro com um mal aspecto;
  • O polimento é indicado para quase todos os tipos de carro, mas é necessário que esse procedimento seja feito até no máximo 3 vezes por toda a vida útil do automóvel;
  • Fazer o polimento pode ser uma boa forma de manter o carro conservado e valorizado, caso o dono pense em vendê-lo. 

Mais para você e o seu carro

Agora que você entendeu a necessidade que é em fazer o seu polimento automotivo periodicamente, está na hora de conhecer mais sobre outros cuidados que você pode ter com o seu carro. 

Quer manter o seu carro com a melhor manutenção e não ter que toda hora parar na oficina?

Bom, você pode tornar isso mais fácil do que você imagina. Leia a nossa sugestão de texto No dia do automóvel, saiba como conservar o seu carro e tire todas as suas dúvidas. 

Esperamos que goste da leitura! Depois dê uma passadinha aqui para dizer o que achou. 

Gostou do conteúdo? A gente espera que sim! Então, não deixe de compartilhar esse texto em suas redes sociais com quem ainda precisa conhecer mais sobre a importância do polimento automotivo.

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *