Muitas pessoas recorrem ao pilates como uma alternativa para emagrecimento e para levar uma vida com maior vitalidade e disposição. Os benefícios da prática são inegáveis e se você está por fora de como essa modalidade de exercício pode ajudar a você, não se preocupe. 

O texto que preparamos para você vai te ajudar a entender como o pilates pode ajudar trazer inúmeras vantagens no seu dia a dia e em todas as suas tarefas. 

Esperamos que goste da leitura e ela te ajude a mudar a sua rotina de forma significativa. 

O que é o pilates?

O Pilates vem sendo uma atividade física que está ganhando cada vez mais adeptos e popularidade ao redor do mundo. Porém, mais do que apenas um ato de se exercitar, o Pilates traz a consciência corporal aos seus praticantes e a importância de manter um corpo em dia, mas cheio de saúde e força de vontade

A prática ocorre em estúdios com aparelhos específicos, onde é trabalhado o corpo, o equilíbrio, a respiração e os músculos, de forma que consigam ter maior resistência e se fortaleçam para aguentar a rotina do dia a dia. 

A aulas de pilates são recomendadas para todas as idades, mas especialmente para pessoas com mais idade que precisam se exercitar, tanto para a recuperação de procedimentos, quanto para manter o bem estar e músculos fortes. 

Os benefícios do pilates

Os benefícios da prática são incontáveis e vão desde a uma melhor respiração, até conforto na hora de fazer as atividades cotidianas. Muitas pessoas que fazem pilates já sentem a diferença logo no primeiro mês. 

Inclusive, para pessoas idosas, os benefícios são ainda melhores já que a modalidade ajuda a diminuir dores no corpo, a melhorar a coordenação motora, estímulos cognitivos, conservando a massa muscular do corpo e aumentando o condicionamento cardiovascular. 

Além disso, o Pilates é uma prática conhecida por não trazer exercícios de alto impacto, o que traz ainda mais segurança para pessoas com mais idade. O objetivo dos exercícios é trazer mais estabilidade, trabalhando áreas do corpo que são fundamentais em todas as pessoas, ainda mais as pessoas mais idosas. 

O Pilates conta com práticas que envolvem alongamentos para que o corpo obtenha mais flexibilidade. Esses exercícios ajudam a recuperar articulações que tenham artrose e outros tipos de dor. 

A importância da atividade

A atividade é fundamental para quem está buscando se exercitar de forma segura, sem altos impactos e preservando a elasticidade natural do corpo. Músculos profundos que são responsáveis por controlar o fluxo da urina e outras impurezas do corpo, também são estimulados nos exercícios. 

O resultado é a diminuição da incontinência urinária e fecal, comum entre pessoas que estejam em tratamento de alguma patologia ou então de pessoas idosas que possam estar passando por esse processo. 

Quando a atenção se volta para pessoas idosas, durante essa fase da vida, podem existir diversas limitações que acabam impedindo que atividades comuns e simples, como amarrar o tênis, levantar e sentar se tornem difíceis. Então, o Pilates traz o benefício de que o idoso não perca a mobilidade e nem sofra com essas dificuldades. 

Outro benefício conseguido pela prática de Pilates é o aumento da densidade óssea, fortalecendo os ossos. Muitas pessoas que praticam sentem satisfação total ao perceberem as melhorias a cada aula e a autonomia que o Pilates permite para cada pessoa. 

A atividade também pode ser praticada de forma individual ou em grupo, de acordo com como cada pessoa se sente melhor. As sessões podem ser de uma a três vezes por semana, tendo de uma hora a uma hora e meia em cada sessão. 

Um exercício revolucionário para a terceira idade

Para te ajudar ainda mais a tomar a melhor decisão sobre começar em breve a praticar Pilates, separamos o que mais os exercícios da prática podem ajudar na sua vida, principalmente se você estiver na melhor idade. 

  1. Alívio do estresse;
  2. Alívio de dores por todo o corpo;
  3. Previne lesões;
  4. Traz melhoria aos reflexos;
  5. Melhora a flexibilidade;
  6. Aumenta a velocidade e o equilíbrio ao caminhar;
  7. Melhora do equilíbrio do corpo;
  8. Incrementa mais percepção aos movimentos;
  9. Traz melhorias a autoestima;
  10. Diminui os sintomas de depressão;
  11. Ajudar a manter o peso corporal;
  12. Traz fortalecimento dos músculos das costas e pernas;
  13. Ajuda controlando doenças do coração, artrite e diabetes;
  14. Melhora a postura;
  15. Contribui com a densidade óssea, fortalecendo fibras musculares e ossos;
  16. Traz melhorias para o sono e descanso. 

Ficou alguma dúvida?

Lembrando que o Pilates é recomendado para todas as idades e também para todos os idosos. Até os grupos que possuem uma saúde mais frágil podem começar as atividades com exercícios mais simples. 

Uma curiosidade é que o próprio criador da modalidade, Joseph Pilates, a praticou até chegar aos seus 80 anos de idade. As pessoas que tiveram oportunidade de conhecê-lo de perto relatam que ele manteve até o último dia de vida uma energia e vitalidade digna de um adolescente. 

Então, não há mais desculpas para não começar a praticar. A atividade vem com o objetivo de trazer bem estar e saúde, principalmente para as pessoas que buscam uma melhor qualidade de vida e estão passando por algum processo de reabilitação. 

O Pilates é tão respeitado entre as pessoas, que até mesmo esportistas de alta performance também praticam para melhorar ainda mais os seus resultados. 

Mais sobre saúde e bem estar

Você já ouviu falar sobre osteopatia? Se ainda não, essa pode ser uma ótima oportunidade para conhecer o procedimento que está trazendo verdadeiro avanços para a vida de boa parte das pessoas, principalmente de pessoas da melhor idade. 

Mas calma! Não precisa buscar no Google para saber mais sobre essa alternativa médica tão conhecida. Preparamos um texto especial com tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Leia o nosso post Osteopatia: Benefícios na Terceira Idade e saiba mais. 

Esperamos que goste da leitura!  

Gostou do nosso texto? Se esse conteúdo te ajudou a entender mais sobre os principais benefícios do pilates, deixe seu comentário. Vamos adorar saber o que você achou!

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *