Já reparou que muitas coisas relacionadas às tecnologias modernas têm nomes em inglês? Por isso, é comum que a gente enrole a língua para falar ou até se perca em meio na hora de falar sobre os produtos. Você já sabe o que é tablet?

A pronúncia é algo mais ou menos como “táblethi”. Pode parecer complicado, mas logo logo você se acostuma. E para nós, mais importante do que você saiba pronunciar corretamente essa palavra, é que você entenda o que é e para que serve o dispositivo.

Preparamos este conteúdo especial. Ao final da leitura, você vai ter as informações de que precisa para decidir se deseja ou não ter um tablet. Quanto a isso, você vai descobrir que existe até um dispositivo especialmente desenvolvido para a terceira idade ou quem quer que tenha dificuldade de lidar com as novas tecnologias.

Acompanhe!

Tablet: do que estamos falando?

O tablet é um dispositivo de uso pessoal que pode ser entendido como um computador portátil. Visualmente, se você já viu um celular moderno, basta considerar que o tablet é como um smartphone grandão, mas que ainda assim se acomoda bem em suas mãos.

Outra forma de criar a imagem certa desse dispositivo é sabendo que o tablet tem forma retangular e é quase como uma tela inteligente em uma prancheta.

Com essa apresentação, você pode estar se perguntando o que difere o tablet de um notebook, que também é uma espécie de computador que pode ser levado de um lugar ao outro. Então, vamos esclarecer!

Em comparação com os notebooks, tablets são menores, mais leves e mais práticos. Entretanto, suas teclas são na tela e não em uma estrutura separada. Além disso, são menos “poderosos” que os notebooks.

Isso porque, notebooks têm capacidade de processamento melhor. Isso significa, por exemplo, que suportam jogos mais complexos ou pesados e programas e edição de vídeo com mais facilidade que os tablets.

Vale ressaltar que, assim como os celulares modernos, os tablets funcionam por meio do toque em suas telas sensíveis. Geralmente, os únicos botões físicos que existem são o da “home”, localizado na parte frontal e usado para iniciar o dispositivo, e outros dois na lateral para ajuste de volume.

Assim sendo, caso preferia, o usuário pode comprar um teclado e um mouse à parte para usar junto com o seu dispositivo. Essa opção que tende a ser mais interessante para as pessoas que têm dificuldades para lidar com a tecnologia do toque na tela ou que pretendem usar o tablet de forma recorrente para digitação.

Como veremos a seguir, essa comparação com os notebooks não serve para que você pense que os tablets não valem a pena. O objetivo foi somente ajudar você a se situar quanto às especificidades da tecnologia em questão para, agora, conhecer melhor os principais usos desse dispositivo.

Para que serve um tablet?

Como é de se imaginar, se o tablet é uma espécie de computador portátil, possui acesso à internet. Para que esse acesso se dê, um chip da operadora de sua preferência ― assim como os celulares modernos ― pode ser usado no dispositivo ou você pode optar por uma conexão wi-fi, ou seja, de internet sem fio.

Com isso, o tablet pode ser usado para algumas funções que você já conhece e outras que pode ser que conheça só agora. Veja só:

  • Leitura e envio de e-mails;
  • Organização pessoal por meio do uso de agenda e calendário;
  • Fotos e vídeos de qualidade, já que o dispositivo possui uma boa câmera;
  • Armazenamento de fotos e vídeos de momentos e pessoas especiais para ver quando quiser;
  • Leitura de revistas, jornais e livros digitais armazenados no dispositivo ou acessados por meio da internet;
  • Envio de mensagens via whatsapp para se comunicar com quem quiser;
  • Realização de videochamadas ― é como falar ao telefone tendo a oportunidade de ver a pessoa e se deixar ser visto também;
  • Acesso ao youtube para assistir a seus vídeos e filmes favoritos;
  • Escrita e desenho;
  • Jogos, seja paciência ou qualquer outro jogo baixado na loja de aplicativos do dispositivo;
  • Uso de diferentes aplicativos como Facebook e o Uber para se manter conectado e ter autonomia para chamar o serviço de transporte quando precisar.

Em resumo, podemos dizer que um tablet serve para que você possa se comunicar, se informar, produzir, trabalhar e se divertir. Basicamente, o dispositivo é uma forma de aproveitar uma combinação entre os recursos de um celular moderno e um computador. 

Quando vale a pena comprar um tablet?

A essa altura, você pode estar pensando que se já tem um celular moderno e um notebook ou computador em casa, talvez não precise de um tablet. É verdade, mas quanto a isso, vale considerar alguns fatores.

O tablet tem tela maior do que a de um celular e, por essa razão, facilita a visualização. Algo que faz com que o dispositivo seja mais adequado à leitura e aos vídeos, por exemplo.

Com isso em mente, lembre-se de que os tablets são mais práticos, têm inicialização mais rápida que a de um computador e pode ser facilmente carregado por aí. Sendo assim, podem ser bastante adequados a depender de suas necessidades.

Sabendo que o dispositivo lhe é útil, vale considerar também que os tablets costumam ter um bom custo-benefício. Em outras palavras, são aquele tipo de investimento que a gente não se arrepende de fazer.

O tablet serve para todas as idades?

Quando o assunto é tecnologia, os profissionais da saúde recomendam que crianças muito pequenas sejam preservadas. Para os membros de terceira idade, porém, essa restrição às vezes deixa de ser uma escolha e passa a ser quase uma imposição.

Isso porque acompanhar os avanços e a forma de funcionamento de produtos modernos como o tablet pode ser desafiador para quem nasceu e cresceu em um mundo analógico.

Assim, se adaptar a um dispositivo digital e aproveitar todas as suas funcionalidades é algo que pode acabar não acontecendo para os que têm mais dificuldades para lidar com a tecnologia. Por essa razão, felizmente, já existem opções especialmente desenvolvidas para a terceira idade.

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *