Você sabe o que é celular para idoso? Pode ser que, ao chegar a este post, você sequer soubesse da existência de aparelhos especialmente desenvolvidos para a terceira idade.

Se este for o caso, isso vai mudar agora. Se você já sabia da existência de celulares ou smartphones para idosos, mas não conhece bem essa solução, também vai aproveitar a leitura.

Neste post, vamos te contar sobre aparelhos desenvolvidos considerando desafios que são perfeitamente normais com o avançar da idade. Mais do que isso, vamos te explicar por que apostar nessa tecnologia.

Siga em frente e boa leitura!

A relação dos idosos com a tecnologia

Segundo dados do IBGE ― o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ―, apenas 24,7% dos idosos têm acesso à internet do Brasil. O número é baixo e faz com que seja mais difícil para a terceira idade acompanhar as transformações e novidades do mundo digital.

Considerando que a tecnologia avança em ritmo rápido, até mesmo aqueles que têm acesso à internet podem sentir que estão ficando para trás.

Isso é bem comum porque o mundo atual, cada vez mais digital, é bem diferente daquele de algumas décadas atrás.

É natural que os mais jovens, sobretudo os que já nasceram em meio ao digital, tenham mais facilidade para entender os celulares modernos.

Por isso, gerações mais novas usam esses aparelhos quase instintivamente, como se fossem especialistas no assunto. Em contrapartida, a terceira idade tem três saídas claras:

1) simplesmente desistir de participar do mundo digital;

2) tentar entrar de cabeça nas transformações e;

3) buscar alternativas para que consigam participar à sua maneira, sem muita dor de cabeça.

Ao pensar naquilo que é um celular para idoso, chegamos à situação número três: uma alternativa para que a terceira idade participe do mundo digital à sua própria maneira.

E isso nos leva a, finalmente, responder à pergunta sobre o que é um celular para idoso.

Afinal, o que é um celular para idoso?

Um celular para idosos é uma resposta do mercado a uma demanda apresentada por uma importante parcela de consumidores.

Falamos de um aparelho criado com base em tecnologia avançada, mas com adaptações para facilitar seu uso por pessoas da terceira idade.

Hoje em dia, aparelhos modernos são como mini computadores que cabem na palma da mão, cheios de funções.

Se considerarmos que muitos da terceira idade tiveram pouco ou nenhum contato com um computador de mesa, é compreensível que encontrem dificuldades para lidar com um smartphone.

Por isso, ou o mercado simplesmente ignorava a terceira ou criava opções que pudessem atendê-la. É claro, a segunda alternativa é a melhor para todos.

Releitura de aparelhos antigos ou adaptação de aparelhos modernos

Falar sobre o que é celular para idosos nos leva a explicar que alguns modelos  se parecem muito com os celulares mais antigos, enquanto outros são como os modernos smartphones.

A escolha entre um e outro depende do perfil do usuário e das suas expectativas ao comprar ou ganhar um celular novo.

Celular para idosos que parece um aparelho antigo

Modelos que se parecem com celulares antigos têm visores menores e teclados físicos com números grandes.

Além disso, contam com funções e características clássicas como Rádio FM e bateria de longa duração.

Em geral, modelos assim são bem simples e seu objetivo é permitir o básico, ou seja, a realização de ligações e o envio de mensagens de texto (SMS).

Entretanto, esses aparelhos que se assemelham a modelos antigos são limitados em comparação à tecnologia que temos disponível hoje em dia.

Celular para idosos que é um smartphone adaptado

Boa parte da terceira idade é adepta ao uso de aplicativos como o WhatsApp, o Facebook e o Uber.

Por essa razão, há aparelhos mais modernos que permitem o uso desses apps, mas que são baseados em sistemas mais simples.

Um aparelho como o ObaSmart 3 é, na verdade, um smartphone para idosos. Com isso, tem telas grandes como a maioria dos smartphones do mercado e tudo mais que se espera desse tipo de dispositivo.

Está se perguntando como usar celular para idosos como o ObaSmart 3? É simples e você tem acesso até a um Guia Rápido impresso para ajudar.

O aparelho, para facilitar o uso pela terceira idade, conta com ícones e números grandes inclusive dentro dos aplicativos, além de já vir com os apps mais usados pré-instalados.

Ainda, o ObaSmart 3 conta com um sistema especial e simplificado para que seu uso seja intuitivo até para quem tem pouca afinidade com tecnologias modernas.

Outro ponto é a existência da Função SOS que realiza chamadas ou envia mensagens aos familiares rapidamente, em caso de necessidade.

Por que investir em um celular para idosos?

Agora que você já sabe o que é um celular para idoso, pode estar se perguntando se comprar um aparelho desses realmente vale a pena.

Para nós, não há dúvidas: vale a pena sim e vamos dizer porque investir em um celular ou em um smartphone para idosos.

Acreditamos que a terceira idade não precisa desistir da tecnologia simplesmente porque os celulares mais modernos são complicados demais.

A inclusão digital passa por apostar nas alternativas que tornam o uso dos aparelhos adequado ao seu público, por mostrar como usar um celular para idosos.

Atualmente, a praticidade de conversar por mensagens de WhatsApp faz com que as pessoas sintam menos necessidade de fazer ligações. 

Permitir que a terceira idade participe dessa nova dinâmica é dar-lhes a oportunidade de seguir como parte ativa da nossa sociedade.

O mesmo vale para o consumo de conteúdos que são postados e compartilhados por meio de redes sociais, como o Facebook, e para o uso de soluções modernas como os aplicativos de transporte.

Uso de celulares e a saúde mental e emocional do idoso

Outro bom motivo para investir em um celular para idosos está atrelado à sua saúde.

Pesquisas apontam que o uso da tecnologia por parte da terceira idade contribui para preservar e ampliar funções de memória, assim como de velocidade de raciocínio.

Os estudos que indicam que o uso de celulares modernos estimula o cérebro do idoso. Algo que tende a ser muito benéfico porque o faz pensar e usar novas habilidades.

Além de tudo isso, quando tem a chance de participar de forma mais ativa do mundo digital, a terceira idade pode ganhar autoestima e autonomia.

Poder fazer suas próprias fotos usando um celular moderno ou chamar um Uber sem precisar de ajuda são situações simples que fazem a diferença.

Assim, por meio do celular, o idoso pode se comunicar mais facilmente com quem precisa, estimular sua mente e sentir mais confiante e à vontade na sociedade.

Falamos de fatores que podem impactar positivamente a sua qualidade de vida e a sensação de bem-estar.

Magali, uma professora que dá aula de computação a idosos, disse o seguinte à Folha sobre o uso da tecnologia:

“Parece que [os idosos] voltam a viver novamente porque encontram amigos do passado, familiares que estão à distância e podem conversar. Eles se renovam 50 anos”.

Parece ótimo, você não acha?

Conclusão

Agora que você sabe bem o que é celular para idosos podemos apontar algumas conclusões.

Um celular para idosos é um aparelho especialmente desenvolvido para permitir que a terceira idade participe da mesma sociedade conectada que todos nós.

Como vimos, há diferentes vantagens para quem usa esses aparelhos, sobretudo quando falamos de um smartphone para idosos como o da Obabox, que apresentamos aqui.

Assim, quando alguém te perguntar qual o nome do celular para idosos que pode mudar vidas para melhor, lembre-se do ObaSmart 3!

Gostou do post e quer mais uma leitura? Descubra por que celular para idosos é sim uma inovação!

Share:

1 Comment

  • Silvana costa, 21 de janeiro de 2021 @ 16:01 Reply

    Exelente muito bom mesmo ,com muitas oportunidades para quem não vê as letrinhas também, mas poderia ser um pouco mas barato ,afinal não tem tanta tecnologia, e os idosos também acham caro .Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *