Você sabe o que é bluetooth? Essa não é a mais nova das tecnologias e já deve fazer algum tempo desde que você ouviu essa palavra pela primeira vez. Mas se você ainda não sabe o que significa, não se preocupe!

Nunca é tarde para aprender algo novo e hoje você vai conhecer melhor o bluetooth ― cuja pronúncia é “blutuf” ―, entender para que serve essa tecnologia e, quem sabe, aprender a usá-la. Vamos lá?

O que é esse tal de bluetooth

O bluetooth é uma tecnologia de comunicação sem fio que permite o envio de dados de um aparelho para o outro. A solução foi inventada em 1994 por Sven Mattisson e Jaap Haartsen, engenheiros da Ericsson, uma empresa sueca de telecomunicações.

O que a dupla de engenheiros buscava era uma tecnologia que pudesse substituir o uso de cabos para facilitar a comunicação entre dispositivos móveis. Em 1997, outras empresas se interessaram pela novidade e, juntas, elas formaram um consórcio chamado Bluetooth SIG.

A partir de então, outros agentes do mercado começaram a se envolver o logo a conexão bluetooth se tornou algo comum. Dispositivos como celulares, fones de ouvido, vários modelos notebooks e caixinhas de som portáteis estão entre os aparelhos que passaram a contar com a tecnologia.

A origem do nome bluetooth

Bluetooth, em tradução literal do inglês para o português, quer dizer “dente azul”. Algo que, em essência, não tem a ver com uma tecnologia de transmissão de dados sem o uso de cabos. Mas há uma breve história que explica tudo!

Os engenheiros da Ericsson resolveram homenagear o rei da Dinamarca que foi o responsável pela unificação do país com a Noruega. O nome desse rei era Harald Blåtand que, em tradução para o inglês, é Harald Bluetooth.

Até o símbolo da tecnologia compõe a homenagem ao rei já que se trata da junção das duas iniciais de seu nome, H e B, segundo as runas ― letras dos povos antigos da Escandinávia.

fonte: hypeness

Como funciona o bluetooth

Explicar como o bluetooth funciona é algo que nos força a falar um pouco de questões técnicas. Para facilitar o entendimento e não correr o risco de fazer você se perder no meio da leitura, vamos tentar simplificar ao máximo, ok?

O bluetooth é uma tecnologia que usa frequências de rádio de onda curta. Ondas de rádio são um tipo de radiação eletromagnética, mas o que você precisa ter em mente mesmo é um exemplo de como isso funciona.

Um aparelho de rádio como qualquer um que você tenha na sua casa, seja antigo ou novo, depende dessas ondas para se conectar às suas estações favoritas e permitir que você ouça músicas ou notícias.

Diferente do rádio, porém, o bluetooth tem um alcance bem mais limitado ― ainda que bom o suficiente para os usos a que se propõem. Quando o bluetooth de um aparelho é ativado, este passa a emitir ondas que têm determinado raio de alcance. Para que outro dispositivo se conecte ao primeiro, também precisa ter seu bluetooth ativado, e estar dentro desse raio de alcance.

Antes da invenção do whatsapp ou até mesmo antes de os celulares contarem com uma conexão de internet boa o bastante para o envio de fotos via e-mail, por exemplo, era o bluetooth que entrava em ação. 

Bastava ativar a função nos dois aparelhos envolvidos na troca ― permitir que eles se identificassem por meio de um processo intuitivo e simples ― e dar os comandos para enviar a imagem de um celular a outro.

Esse simples exemplo indica que, ainda que a tecnologia funcione de forma parecida com o rádio, por meio do bluetooth é possível trocar mais do que apenas dados de áudio.

Alguns usos do bluetooth

Hoje em dia, celulares modernos são verdadeiros computadores. No ato da compra do aparelho, é comum notarmos que eles vêm com apenas dois “cabos”: o do carregador e o do fone de ouvido.

Considerando tudo isso, uma pessoa pode elaborar um documento inteiro por meio de seu celular ― como um relatório ―, mas não ter um cabo para conectá-lo à impressora ― e apresentar o documento na reunião da empresa. Como essa situação se resolve?

Existe uma possibilidade mais trabalhosa que seria a de enviar o documento do celular para um computador, algo que pode acontecer via e-mail, e do computador para a impressão. Entretanto, graças ao bluetooth, existe uma opção mais prática e rápida.

Se os dois dispositivos ― celular e impressora ― contarem com a tecnologia do bluetooth, basta ativá-la e dar os comandos certos para que o documento seja impresso. Assim mesmo, em questão de poucos minutos.

Outro exemplo do uso da tecnologia é o da possibilidade de conectar um aparelho celular a uma caixinha de som portátil sem o uso de cabos. Dessa forma, você pode reproduzir uma ou várias músicas de seu celular para todos os presentes em uma festa. É bem prático!

Como usar o bluetooth

Como você já deve ter entendido até aqui, é preciso dois aparelhos para realizar uma troca de dados via conexão bluetooth. E é claro que, para que a troca seja possível, os dois aparelhos precisam ter a tecnologia.

A maioria dos celulares tem bluetooth – inclusive, celulares para idosos -, mas nem todas as impressoras contam com esse recurso, por exemplo. Por isso, é importante se certificar disso primeiro.

Suponhamos que você decida conectar seu celular moderno e repleto de músicas bacanas com uma caixinha de som portátil. Que músicas você gostaria de ouvir, um bom e saudoso bolero? Um clássico da MPB?

Seja qual for o seu gosto musical, a forma de fazer a tecnologia funcionar é a mesma. Primeiro, certifique-se de que celular e caixinha de som estão próximos um do outro. Você pode até colocá-los lado a lado, sobre a mesma mesa para facilitar.

Em seguida você deve ativar a função bluetooth do seu celular. Existem atalhos para fazer isso que mudam de um aparelho para o outro. Em geral, porém, basta acessar as “configurações” encontrar a palavra “bluetooth” e clicar na função de modo a ativá-la.

O terceiro passo é ligar a caixinha de música portátil. Como são dispositivos desenvolvidos para funcionar via bluetooth, o simples fato de ligar a caixinha já ativa sua função automaticamente. Quando for preciso, porém, basta buscar as configurações do aparelho em questão, assim como feito com o celular.

Com os dois bluetooth ativados, seu celular pode emitir um alerta ou mostrar pela tela que encontrou outro sinal de bluetooth. Neste momento, você deve conferir o nome desse sinal ― geralmente, o mesmo nome do aparelho, como “Caixa de Som Marca Tal ― e selecioná-lo.

Pronto! Agora basta voltar às músicas no aparelho celular e dar o play para ouvir o som saindo direto na caixinha portátil.

Apresentando assim, passo a passo, o processo pode parecer mais longo e trabalhoso do que realmente é. Na prática, você vai perceber que se trata de uma sequência simples de ações e, com o tempo, vai fazer tudo com mais facilidade.

Note que a conexão entre celular e caixinha de som foi apenas um exemplo. É possível conectar celulares a fones de ouvido sem fio, notebook à aparelhos de TV e mais.

Uma dica importante sobre o bluetooth

A tecnologia do bluetooth se tornou tão comum que, normalmente, já vem automaticamente ativada nos celulares modernos. Enquanto isso parece ser um ponto a favor da praticidade, a recomendação é de que você faça a opção de desativar o bluetooth sempre que não estiver usando a tecnologia.

Quando não está em uso, o bluetooth ativado pode apresentar falhas de segurança. Pessoas mal intencionadas podem se conectar à frequência emitida pelo aparelho para espalhar vírus e roubar informações. Proteger-se dessa ameaça é bastante simples: tudo o que você precisa fazer é desligar ou desativar o bluetooth quando já não estiver utilizando a função.

Esse alerta, porém, não tem o objetivo de fazer com que você desista de usar o bluetooth. A tecnologia é ótima e se desenvolve a cada dia, tornando-se mais útil e mais segura. Apenas lembre-se de fazer a sua parte para não correr riscos.

Com certeza, você vai reparar que inúmeros eletroeletrônicos também fazem uso da tecnologia bluetooth. Para você, qual a maior vantagem dessa tecnologia? Conte para gente, nos comentários!

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *