O microondas foi inventado em 1947 e se popularizou no Brasil a partir do início da década de 1990. Ainda que o eletrodoméstico faça parte de nossas vidas há muito tempo, ainda pairam no ar algumas dúvidas e mitos a seu respeito.

Você já ouviu dizer, por exemplo, que o microondas faz mal porque tira nutrientes dos alimentos? Ou que ficar próximo do aparelho pode causar câncer? Pois bem, é sobre essas e outras questões que queremos falar no post de hoje.

Selecionamos alguns questionamentos comuns sobre o uso do microondas e vamos respondê-los com base em informações divulgadas por especialistas no assunto. Confira!

O uso do microondas pode causar câncer?

As microondas que aquecem os alimentos são um tipo de radiação. É por saber disso que muita gente espalha ou acredita na ideia de que o aparelho microondas faz mal para a saúde, podendo até causar câncer. Não é bem assim.

Existem duas crenças: 1. a de que o eletrodoméstico emite radiação que atinge as pessoas que estejam na cozinha e; 2. a de que a radiação é passada para os alimentos que ingerimos, nos fazendo mal. Vamos esclarecer!

De fato, o microondas funciona por radiação, mas existem mecanismos de proteção que impedem que pessoas ou alimentos sejam afetados de forma nociva. Sendo assim, ficar parado na frente do microondas não dá câncer.

Aparelhos certificados pelo InMetro seguem padrões de segurança e são construídos com um material metálico que impede que a radiação saia do aparelho.

Pequenas frestas causadas por danos no eletrodoméstico ou em razão de seu tempo de uso podem permitir que a radiação escape, ainda que em níveis ainda seguros para a saúde. Se você deseja evitar esse problema, porém, as dicas são:

  • Certifique-se de que a porta está se fechando totalmente;
  • Verifique se rede adesiva da porta (aquela com o aspecto de uma tela com furinhos ou pontinhos) não está danificada;
  • Busque orientação do fabricante ou de autorizadas caso encontre algum dano no interior ou no exterior do seu microondas;
  • Mantenha o aparelho limpo retirando restos de comida, sobretudo da porta;
  • Certifique-se de sempre utilizar recipientes próprios para microondas ao aquecer alimentos e bebidas.

Arroz de microondas faz mal para a saúde?

Eventualmente, circulam por aí ― em especial pelo whatsapp ― mensagens em tons alarmistas dizendo que o arroz preparado em microondas é tóxico ou algo assim. O mesmo vale para o leite ou para o espinafre.

Carmen Tadini, coordenadora do Laboratório de Engenharia de Alimentos da Poli-USP (Escola Politécnica da Universidade de São Paulo) e vice-diretora do Centro de Pesquisa em Alimentos falou sobre o assunto.

Segundo ela, a energia micro-ondas do forno doméstico não é suficiente para quebrar ligações químicas, tampouco formar radicais livres. Então, não existe essa preocupação“.

Para preparar arroz no microondas, porém, lembre-se de utilizar recipientes adequados. Atualmente, você encontra no mercado diferentes panelas especialmente desenvolvidas para este fim.

É interessante saber, porém, que preparar alimentos em microondas pode sim afetar seu sabor e textura. Quanto a isso, há quem oriente que é melhor preparar a comida de forma tradicional e usar o aparelho microondas apenas para aquecê-la.

Os alimentos aquecidos no microondas perdem nutrientes?

“Bom, se a comida não fica tóxica, ao menos deve perder nutrientes, não é?”. Uma pessoa mais desconfiada de que o uso do microondas faz mal à saúde pode estar com essa pergunta na ponta da língua. A resposta é: sim, mas o problema não é exclusivo do microondas. Explicamos!

O aquecimento de alimentos, seja no microondas, no fogão ou no forno convencional, leva à decomposição de algumas vitaminas, como a C. Além disso, faz com que as proteínas se desnaturalizem, ou seja, percam suas propriedades.

O interessante é observar que, como no microondas o tempo de preparo dos alimentos é mais curto, o eletrodoméstico na verdade contribui para que esses processos sejam menos intensos. Em outras palavras, preparar comida no microondas pode ajudar a preservar vitaminas e nutrientes.

A informação é baseada em estudos realizados pelo núcleo de Medicina da Saúde da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

Alimentos preparados em microondas cozinham completamente?

Já ouviu alguém dizer que preparar comida no microondas faz com que o alimento não cozinhe por completo? Isso só é verdade de o eletrodoméstico não for devidamente utilizado.

Quando preparamos um alimento no fogão, é comum misturarmos o conteúdo na panela. Também é comum virarmos a comida que está sendo preparada no forno. Com o microondas, isso também precisa acontecer.

Para preparar alimentos corretamente, é recomendado parar o microondas de tempos em tempos para mexer a comida e, em seguida, reiniciar o aparelho. Além disso, é importante seguir orientações sobre a potência ideal e o tempo indicado para cada prato.

O uso de pratos metálicos ou de inox no microondas é correto?

Quem nunca colocou a comida que sobrou em um recipiente de inox ou em um prato com detalhes em metal? Em nome da praticidade, a vontade é simplesmente tirar o recipiente da geladeira e levar diretamente ao microondas, mas isso não é indicado.

Itens de metal ou inox são refletores de ondas, capazes de acumular radiação e até de provocar o surgimento de faíscas ou pequenos estouros. Situações que podem, entre outros problemas, causar pequenos incêndios e danificar o aparelho.

Por essa razão, é muito importante não usar itens feitos com metal ou de inox no microondas. Quanto a isso, cabe uma observação: hoje já existem metais especiais que podem ser levados ao forno microondas, mas essa não é a realidade de muitos dos recipientes que temos em casa. Então, sempre verifique as orientações do fabricante porque segurança é mais importante do que praticidade.

A água “explode” se aquecida no microondas?

Como mencionado, o tempo de preparo no microondas é inferior do que o tempo de preparo por meios convencionais como o fogão e forno. Sabendo disso, é natural querer aquecer o ferver água usando o aparelho porque assim, podemos poupar tempo, certo? 

A questão é que aquecer água no microondas é perigoso! No aparelho, a água pura pode atingir temperaturas mais elevadas do que a da sua ebulição, mas não chega a ferver. Por isso, ao abrir a porta do aparelho, podemos ter a impressão de que está tudo bem já que não há nenhuma alteração visível na água.

Acontece que um simples toque no copo ou xícara pode ativar a movimentação das moléculas, o que pode sim levar a pequenas explosões capazes de causar queimaduras em nossa pele. Por isso, convém evitar o risco.

Se você quiser assumi-lo, a recomendação é colocar um palitinho de madeira (tipo os de picolé) no recipiente ou aguardar ao menos um minuto antes de retirar o copo ou xícara do microondas.

O mais seguro, porém, é optar por aquecer a água no fogão mesmo. Saiba, porém, que se você for preparar um chá, pode fazê-lo tranquilamente no microondas desde que já coloque o sachê no recipiente antes de levá-lo para o aquecimento.

Com tudo isso, podemos concluir que o microondas está mais para um “mocinho” da cozinha. O aparelho só se transforma em “vilão” caso seja usado de forma inadequada ou esteja danificado.

Gostou das dicas? Aproveite para compartilhá-las com outras pessoas para desvendar os mitos e combater as fake news sobre o assunto!

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *