Comprar pela internet virou algo comum nos dias de hoje, certo? Se não podemos ir até os produtos e serviços em função do atual momento que vivemos, nós damos um jeito deles chegarem nas nossas casas. Enfim, são os que alguns já se arriscam a chamar de “novo normal”. 

Porém, às vezes entramos em um site, gostamos de um produto e fazemos a compra, e descobrimos que a entrega é por outra plataforma. 

Essa prática está ligada aos marketplaces, que é quando grandes varejistas abrem possibilidade para que outras empresas usem o seu espaço virtual, pagando uma porcentagem por essa constante utilização. 

Você sempre teve a curiosidade de saber por que isso acontecia, mas ficava sem resposta? Leia o post até o final que mostraremos as particularidades do marketplace e o impacto na vida dos consumidores. 

Boa leitura!

Como funciona o Marketplace? 

Para efeito de curiosidade, a palavra representa a junção dos termos Market (mercado) e place (Lugar). Literalmente, é o local onde as pessoas realizam compras de produtos e serviços. Funciona como um espaço onde os varejistas expõem seu portfólio para potencializar as vendas e, consequentemente, aumentar a receita. 

Neste contexto, ele é o mecanismo por atrair tráfego para o site e, para cumprir esse objetivo, o time de marketing deve realizar campanhas externas. Além disso, o marketplace é responsável por toda a parte operacional e eletrônica de compra e venda e pela entrega do produto para o cliente.

Qual a diferença entre um e-commerce e marketplace? 

Como os dois modelos de negócio estão em um mesmo segmento e as atribuições são parecidas, você pode até achar que eles são a mesma coisa, certo? 

Entretanto, existem algumas particularidades que os diferem no que diz respeito às funcionalidades. Veja quais são as principais delas!

  • Marketing: com relação às ações publicitárias, no e-commerce o proprietário da loja executa todas as estratégias e a visibilidade vai para o próprio negócio. Já no marketplace, a própria plataforma automática os processos, visando promover o produto; 
  • Investimento: no que diz respeito ao e-commerce é preciso fazer uma estruturação, não só da plataforma virtual, mas também de infraestrutura para armazenar produtos, logística de entrega, etc. Já o marketplace exige apenas a criação do site; 
  • Alcance: para obter visibilidade com o e-commerce é necessário maior esforço até pelo elevado grau de investimento exigido. No âmbito do marketplace esse caminho é facilitado, até pela possibilidade de variar os produtos; 
  • Segurança: no e-commerce é muito importante que a empresa invista em mecanismos de segurança, fato que permite personalizar ainda mais a proteção. Já o marketplace terceiriza essa incumbência para o administrador da plataforma; 
  • Formas de pagamento: o comércio eletrônico oferece um amplo leque de possibilidades neste aspecto como cartão de crédito, boleto bancário, transferência, entre outros. No marketplace, essa responsabilidade pode ser assumida pela própria plataforma ou as operações podem ser revertidas ao site da empresa; 

A pergunta que não quer calar: Qual deles é melhor? Os dois formatos são eficientes. A questão é procurar sempre fazer suas compras em sites confiáveis e com boas referências. 

Falando em confiança e segurança, continue a leitura que abordaremos esses assuntos mais à frente. Vem com a gente!

Em que medida essas páginas facilitam sua vida? 

No que diz respeito ao consumidor, o principal benefício é a possibilidade de poder comprar de grandes marcas sem precisar sair de casa com total comodidade e rapidez.

Por outro lado, para quem quer empreender em algum ramo de negócio, o marketplace oferece alguns benefícios. Entre eles estão: 

  • Maior visibilidade: o marketplace é uma ferramenta com elevada capacidade de atração de visitantes para a página. O número de acessos e navegabilidade no mercado aumenta a credibilidade do negócio e a possibilidade de aumentar a receita; 
  • Custo-benefício: este mecanismo se torna uma alternativa bastante atrativa para quem está começando um negócio, porque não exige investimentos significativos em infraestrutura física, o que facilita para o empreendedor que dispõe de limitado recurso financeiro; 
  • Possibilidade de diversificação de públicos e produtos: se a plataforma tem alta capacidade de atração, isso amplia o leque para dar visibilidade a itens diversos, proporcionando para o consumidor uma diversidade que atingirá diferentes perfis de consumidores. 

Se der problema na hora de comprar, como eu corro atrás dos meus direitos? 

Seguindo o ponto de vista de quem está comprando, esse é um problema que ninguém espera e não gosta de pensar na hora de adquirir um produto. 

Até porque nesta hora de comprar o que tanto deseja, o que menos a gente quer é imaginar que algo pode dar errado, não é mesmo? 

Entretanto, estes problemas podem acontecer e ter habilidade para lidar com isso é fundamental, não só do lado dos consumidores, mas também dos empreendedores. 

Neste contexto, se este problema ocorrer o primeiro passo é manter a calma e entrar em contato pelos canais de comunicação do site e explicar o que houve, buscando uma solução amigável. 

Entretanto, se essa tentativa não surtir efeito, o caminho é acionar os meios legais, inclusive através do Código de Defesa do Consumidor e outros dispositivos jurídicos, buscando assim uma solução à luz da lei. 

Como saber se um site é confiável

O primeiro passo é verificar se a plataforma está hospedada em um sistema confiável de servidor na nuvem como a AWS (Amazon Web Services), atendendo assim todos os padrões de segurança. 

Outra característica é observar se no endereço eletrônico existe a sigla “HTTPS”, que demonstra que o site possui cadeado na barra de endereços, o que aumenta ainda mais a segurança para quem acessa, pois demonstra que todas as informações pessoais e de pagamento serão criptografadas, impedindo extravio de dados. 

Além disso, também é válido saber se aquela página é parceira do seu site de compra favorito, para que não haja erros.

Nós, da ObaBox, trabalhamos com marketplaces, além disso, não abrimos mão de que nossa página seja constantemente auditada pela SITE BLINDADO, uma das empresas mais importantes de segurança digital do Brasil. Tudo para proporcionar a você uma experiência incrível em nossa plataforma.

Entre em nossa página e conheça mais sobre nossos produtos e serviços.

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *