Você sabe como identificar um link seguro e como identificar um link malicioso?

Às vezes, até o mais esperto de nós pode acabar clicando em um link perigoso ao receber um e-mail. Entretanto, é bem possível evitar isso e se manter longe dos riscos que um link malicioso apresenta.

Se você está fugindo de golpes e vírus, temos algumas informações e dicas de segurança importantes ao lidar com e-mails recebidos. Confira!

O básico sobre links

Se você ainda é “verde” quando o assunto é tecnologia, talvez não saiba sequer o que é um link ainda. Então, vamos explicar isso, e algumas outras questões simples, brevemente.

Um link é uma conexão de um ponto a outro no universo digital. Tradicionalmente, links são destacados na cor azul e as palavras onde é possível clicar estão sublinhadas. Isso, porém, não é regra.

No blog da Obabox, por exemplo, nossos links são destacados em negrito e, inicialmente, estão em cinza escuro. Tão logo você passa o mouse por cima deles, a cor muda para um belo tom de rosa.

Independentemente da forma da apresentação, uma vez que for clicado, um link te direciona a outro conteúdo. Pode ser uma nova página, a abertura de um formulário ou um download, por exemplo.

Link seguro e link malicioso

Em um mundo ideal, apenas links seguros existiriam, mas a gente sabe que a realidade é outra, não é mesmo?

Um link seguro não te causa nenhum tipo de problema e serve para te ajudar.

Se você clicar na expressão “blog da Obabox” que destacamos há pouco, verá que trata-se de um link que leva você para a página inicial do nosso blog.

Em contrapartida, um link malicioso é desenvolvido para enganar as pessoas e causar danos, enquanto cibercriminosos obtêm algum tipo de vantagem.

Os riscos de um link malicioso

Sempre que podem, cibercriminosos criam e espalham links maliciosos por aí. Acontece que quem nunca enfrentou o problema pode não entender ao certo qual o risco dessa situação.

Há dois casos que merecem ser destacados aqui e que vamos chamar de: 1) links falsos e 2) links com vírus.

Roubo de dados

Em geral, um link falso é usado para roubar dados pessoais de quem clica neles.

Os bancos, por exemplo, sempre avisam os cliques que nunca mandam links por mensagem de texto (SMS).

Por que? O aviso é dado porque os cibercriminosos fazem mensagens quase perfeitas e enviam para um incontável número de pessoas.

Essas mensagens contêm links falsos que abrem páginas em que, por descuido, alguém pode acabar informando os dados bancários.

Ah, o caso dos bancos foi só um exemplo, tá! Links falsos são enviados por vários motivos, não só por SMS, como também por WhatsApp e e-mail.

Vírus e seus problemas

Um link com vírus também pode ser usado para roubo de dados, mas alguns existem “só” para causar dor de cabeça.

Alguns deixam o computador mais lento ou travando. Outros causam perda de arquivos ou até bloqueiam as funções do dispositivo.

Um ponto que merece atenção é que nem sempre a pessoa que clicou em um link com vírus se dá conta disso. Assim, com o dispositivo infectado, corre o risco de transmitir o vírus para várias outras pessoas, mesmo sem querer.

Como descobrir se o link é confiável

Clicar em links sem saber se é seguro é algo que não devemos fazer. Mas, como saber se o link é confiável ou não? Temos algumas dicas!

Confira o remetente

Sempre confira com atenção quem foi que te enviou um link por e-mail. O que significa conferir com atenção?

Bom, o mais básico é se certificar de que você conhece o remetente. Se o e-mail foi enviado por alguém que você nunca ouviu falar, pense bem antes de clicar.

Precisamos também ir além do básico. E-mails podem ter assinatura personalizada. Nem sempre o endereço de e-mail aparece no remetente, que é substituído apenas por um nome.

Se você receber um e-mail cujo remetente é “Facebook” e a mensagem pede para você clicar em links e alterar sua senha, por exemplo, cuidado!

Esse tipo de e-mail não costuma ser real. Por isso, clique sobre o nome do remetente e confira o endereço que enviou. Não raro, você vai se deparar com algo bem suspeito como localportalnotfy4911@skeradikah-wih.com

Com isso, você vai descobrir que trata-se de um e-mail com link malicioso.

Desconfie das mensagens

Se alguma rede social, um serviço que você assina ou uma loja online enviar um e-mail com uma mensagem que pede alteração de dados, desconfie!

Aqui vai um exemplo real de mensagem enviada com link falso e tentativa de golpe:

“Querido cliente,

Pausamos sua conta na Amazon e colocamos seus pedidos em espera.

Tomamos essa decisão porque as informações de pagamento que você forneceu não coincidem com as informações solicitadas pelo emissor do cartão.

Para reiniciar sua conta, por favor, verifique agora com o nome de cobrança, endereço e número de telefone padrão em seu cartão de crédito. Se você tiver mudado recentemente, poderá ser necessário atualizar essas informações junto ao emissor do cartão.

[Link para atualizar as informações]

Percebe como a mensagem se encaixa perfeitamente na explicação que demos sobre os links falsos para roubar dados?

Analise o link

Se você estiver no computador ou no notebook, passe o cursor do mouse sobre o link. Note que, ao fazer isso, sem clicar, uma informação de redirecionamento aparecerá no canto inferior esquerdo da tela.

Volte em nosso link para o “blog da Obabox” e faça o teste. Ao passar o cursor, você verá a mensagem “https://blog.obabox.com.br/”.

Ainda, desconfie de links encurtados porque, por vezes, cibercriminosos os usam para impedir que a informação de redirecionamento seja mostrada.

Dica bônus: tenha um antivírus

Por fim, vale contar com um bom antivírus para que você receba alertas imediatos caso clique em um link malicioso.

O antivírus não vai te avisar se o link é seguro ou não. Mas, caso seja um link com vírus, vai dar o alerta assim que você clicar e informar que tipo de ameaça foi bloqueada.

Conclusão

Links seguros e links maliciosos fazem parte do universo digital. O recurso foi criado para facilitar nossas vidas e funciona muito bem, mas é preciso alguns cuidados.

Esperamos que este post tenha ajudado você a entender um pouco mais sobre links, sobretudo ensinando como saber se o link é confiável ou não.

Você tem alguma outra dica que queira compartilhar? Deixe o seu comentário!

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *