“Misturar água sanitária e sabão em pó é ótimo para fazer a limpeza da casa”. Será mesmo? Muitas vezes, a sabedoria popular acerta e nos traz dicas incríveis, em outras, porém, acabam não sendo muito boas.

No fim das contas, nunca é tarde para aprender “hacks” ou macetes para conseguir deixar a casa brilhando e tornar a faxina menos trabalhosa e desgastante, não é mesmo?

Pensando nisso, decidimos compartilhar alguns mitos e verdades para que você saiba quais caminhos seguir e ficar feliz com o resultado do seu esforço. Confira!

Jornal é ótimo para limpar vidros

Mito.

Você já deve ter ouvido por aí que limpar vidros com jornal é bem mais fácil, que o “acessório” vai deixar a superfície límpida e livre de manchas. E quem não quer isso, não é mesmo?

Acontece que, além de não remover toda a sujeira, o jornal pode deixar mais resíduos sobre a superfície do vidro. Como se não bastasse, por não ser feito de um papel bem lisinho, o jornal ainda pode arranhar o vidro e causar marcas que vão ser impossíveis de serem removidas.

Assim, a melhor opção que você tem é usar água e detergente neutro, usando um pano bem macio e, de preferência, que não solte fiapos para fazer a limpeza.

Sabão em pó é ideal para limpar pisos

Mito.

Outra crença sobre limpeza da casa que não é verdade é de que sabão em pó é ótimo para a limpeza de pisos. Tendemos a pensar que essa dica é boa porque sabão em pó faz muita espuma e, se faz muita espuma, parece ser ideal.

Só que a realidade não é bem assim. Sabões em pó são especialmente desenvolvidos para a lavagem de roupas. Por isso, quando usados em outras superfícies, podem até ser capazes de limpar, mas vão demandar um volume de água bem maior depois.

Remover do chão a espuma do sabão em pó é trabalhoso, vai aumentar sua conta de água e, possivelmente, suas dores nas costas também!

Com isso em mente, a melhor alternativa é optar por outro tipo de sabão que seja neutro ou por produtos específicos para a limpeza de pisos.

Misturinhas com limão removem gordura

Verdade.

Quem gosta de “hacks” para a limpeza de casa já deve saber que misturinhas feitas com limão existem aos montes e que são indicadas para remover a gordura de algumas superfícies.

A principal indicação de uso do limão é para limpar as trempes do fogão e toda a parte do tampo. Funciona muito bem!

Tome cuidado, porém, e evite se empolgar e saindo usando limão para tudo. Especialmente em áreas externas, onde você pode ter contato direto com a luz solar, misturinhas com limão podem acabar provocando manchas e queimaduras na pele.

Água sanitária e sabão é uma excelente mistura

Mito.

Já falamos sobre o sabão em pó como um produto que parece ser bom para qualquer limpeza, mas que não é bem assim. O mesmo pode surgir com relação a água sanitária e, mais, a uma misturinha dos dois produtos.

A verdade é que, uma vez juntos, água sanitária e sabão em pó se neutralizam e tornam o processo de limpeza da casa ainda mais trabalhoso. Além disso, é preciso ter cuidado ao fazer misturas de produtos químicos.

Em muitos casos, o contato entre os componentes químicos pode provocar a liberação de gases nocivos capazes de causar irritação nos olhos e nas vias respiratórias, além de danos internos.

Ainda, existe a possibilidade de que o gás liberado provoque explosões. Então, na dúvida, é melhor não arriscar!

Não existe faxina sem uso de vassoura

Mito.

Pode até ser que a primeira vez que você se dedicou a participar da limpeza da casa foi com uma vassoura na mão. É inegável que esses acessórios são bem-vindos no dia a dia e até nas ocasiões de faxina pesada.

Apesar disso, se você quer se ver livre da poeira é melhor trocar a vassoura pelo aspirador de pó ou por um pano úmido. O que acontece é que, ao varrer, a gente acaba levantando poeira. Assim, pode fazer pequenas partículas de sujeira caírem nos móveis recém-limpos e, claro, de volta no chão.

O mínimo que a gente precisa fazer depois de varrer a casa, caso a queira brilhando feito um brinco, é passar pano. Quanto menos sujeira existir na hora dessa segunda tarefa, mais fácil será o processo.

Álcool comum desinfeta qualquer superfície

Mito.

Talvez a fatídica experiência com a pandemia do novo coronavírus tenha ensinado que não é qualquer álcool que tem o poder de desinfetar superfícies, sejam das mãos ou da casa.

O álcool que tem graduação entre 68° e 70°, registrado pela Anvisa, é o único que tem função bactericida total. Assim, se você quer desinfectar algum ambiente, o melhor a se fazer é usar água sanitária ou desinfetante.

Apesar disso, o álcool doméstico pode ser usado na limpeza da casa, por exemplo, em vidros.

O vinagre é um grande aliado da limpeza

Verdade.

Se falamos do limão antes, precisamos falar do vinagre como aliado na hora da faxina.

Além de ajudar você a economizar com produtos específicos, o uso do vinagre na limpeza de casa é bom porque falamos de uma substância que tem alta concentração de ácido acético, sendo “capaz de desinfetar e desengordurar, além de otimizar a limpeza de sujeiras difíceis“.

É sempre válido, porém, pesquisar as melhores formas de uso para não se frustrar e, claro, fazer as misturinhas de forma adequada para que tenham o efeito desejado e não apresentem nenhum risco.

Banheiro limpo de verdade é só com água sanitária

Mito.

É inegável que a água sanitária tem seu papel na limpeza dos banheiros. 

Ninguém gosta sequer de pensar na quantidade de germes e bactérias que se acumulam neste cômodo da casa, não é mesmo? Por isso, higienizá-lo e desinfectá-lo é mesmo crucial.

A água sanitária é útil para limpar o vaso sanitário e, em alguns casos, os cantinhos do piso dentro do box onde o lodo pode se formar. Para além disso, convém apostar na água e no sabão neutro ou em outros produtos mais específicos.

Até mesmo ao limpar o vaso, por exemplo, você deve evitar que a água sanitária toque o acento para evitar que esse se desgaste rapidamente, sofrendo ressecamentos e rachaduras.

Além do mais, se você tem crianças pequenas ou animais de estimação em casa, considere o risco de passar a água sanitária no chão e no banheiro todo. Uma “lambidinha” indevida pode ter consequências graves.

Gostou do post? Se você conhece outros mitos e verdades sobre a limpeza da casa, compartilhe-os conosco nos comentários!

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *