O futuro (ainda) não nos trouxe carros voadores, mas já nos apresentou técnicas para que sejamos capazes de ler mais rapidamente. Você sabe o que é leitura dinâmica e como adotá-la em sua vida?

É bem provável que você tenha reparado que o volume de conteúdos aos quais somos apresentados aumentou muito nos últimos anos. Ainda que o uso de áudios e vídeos seja um sucesso, texto estão em todos os lugares.

Mensagens, artigos, notícias, revistas e livros. Temos uma infinidade de leituras a fazer enquanto lidamos com a justa sensação de que não há tempo o suficiente. Que tal descobrir como resolver esse problema?

O que é leitura dinâmica

Se você ainda não sabe o que é leitura dinâmica, temos uma definição bem simples e fácil de entender: trata-se da capacidade de ler de forma bem mais veloz do que a habitual.

Existem muitas controvérsias a respeito dessa prática porque muitos acreditam que não é possível reter informações ao se esforçar para ler tudo mais rápido do que o normal.

Em contrapartida, adeptos da leitura dinâmica defendem que quem aprende corretamente as técnicas colhe os benefícios.

Entre as alegações está a de que “um leitor comum lê, em média, 150 palavras por minuto e compreende 60%. O leitor dinâmico de nível avançado consegue ler, em média, 800 palavras por minuto, assimilando 90% do texto”.

O debate sobre o aumento da capacidade de compreensão é um dos que mais ganha destaque nas redes. Se formos ponderar a respeito, aumentar o ritmo de leitura e ao menos manter o mesmo nível de absorção do conteúdo já estaria de bom tamanho, não acha?

Técnicas de leitura dinâmica

Se você acha que pode ser vantajoso apostar na leitura dinâmica, antes de sair correndo os olhos por textos que encontrar por aí, precisa conhecer algumas técnicas.

A verdade é que não existe apenas uma técnica de leitura dinâmica e se você realmente quer aprender e tirar proveito dessa habilidade, vai precisar se dedicar a encontrar àquela que lhe seja mais confortável.

Conhecer algumas das técnicas existentes vai, inclusive, ajudar você a entender melhor como funciona essa ideia de conseguir ler bem mais rápido do que o usual. Veja:

Skimming

Skimming é o nome dado à prática de correr os olhos por todo o conteúdo ou por algumas páginas antes de iniciar a leitura de fato.

A ideia é “dar uma geral” no texto a ser lido para identificar palavras-chave e tentar captar as ideias centrais do conteúdo. Assim, você facilita a sua compreensão na hora da leitura e consegue impor um ritmo mais veloz, sem gastar muito tempo assimilando as informações que está recebendo;

Fim da pronúncia

Quando estamos aprendendo a ler, somos convidados a fazê-lo em voz alta, pronunciando sílaba por sílaba. Mais tarde, somos instruídos a evoluir para a leitura silenciosa.

É natural que sigamos lendo sílaba por sílaba, ainda que somente com a voz que ecoa em nossas mentes. Por mais adequado que essa técnica pareça, ela consome tempo.

Para especialistas e praticantes, uma das técnicas da leitura dinâmica é justamente a que abandona a leitura silábica e nos permite enxergar primeiro as palavras e depois as frases por completo;

Leitura por blocos

A ideia da leitura por blocos segue uma proposta similar que se baseia no aumento do campo visual. Voltemos ao processo de aprendizagem da leitura para uma pequena reflexão sobre o assunto.

É comum que, quando estamos aprendendo a ler, passemos o dedo sob cada palavra que precisa ser lida. Com isso, adquirimos o hábito de visualizar uma palavra de cada vez.

A leitura dinâmica nos propõe a fazer uma leitura por blocos, sejam eles de palavras ou de frases. Visualizar um volume maior de palavras por vez tende a agilizar a leitura do conteúdo;

Saber antes de ler

Existem ainda outras técnicas de leitura dinâmica, mas vamos fechar nesta que foi apresentada como “saber antes de ler”. Você já leu a bula de um medicamento?

Um palpite nosso é que a maioria das pessoas não gosta muito daquelas letrinhas miúdas. Por isso, ao invés de ler todo o conteúdo, pensamos naquilo o que gostaríamos de saber antes de começar a ler. É a posologia? Ou são os efeitos colaterais?

Ao saber o que buscamos em um texto, temos mais facilidade para correr o olho fazendo uma leitura rápida por todo o conteúdo até focar nas partes que correspondem aos nossos interesses.

Dicas para fazer e melhorar sua leitura dinâmica

É natural que, ao ler sobre as técnicas de leitura dinâmica você tenha questionado a sua efetividade. Talvez, elas ajudem você a ler mais rápido desde a primeira tentativa, mas garantir a compreensão é algo que requer prática e atenção.

Para aumentar suas chances de sucesso, separamos 5 dicas que costumam ser bastante úteis. Veja só:

1. Saiba qual é seu ritmo normal de leitura

Antes de qualquer coisa, você precisa descobrir qual é seu ritmo normal de leitura. Para tanto, basta cronometrar o tempo em que gasta para ler determinado volume de palavras.

Você pode tomar por referências métricas como a apresentada anteriormente neste texto: “um leitor comum lê, em média, 150 palavras por minuto”. Sem tentar fugir da normalidade, veja o quanto consegue ler em um minuto e registre.

A ideia é que você possa comparar seu progresso à medida que praticar a leitura dinâmica. Lembre-se de que “o  leitor dinâmico de nível avançado consegue ler, em média, 800 palavras por minuto”;

2. Elimine ruídos e outras distrações

Para acelerar seu ritmo de leitura, evitar distrações pode fazer toda a diferença. Se barulhos atrapalham a sua concentração, fuja deles!

O mesmo vale para outros fatores como o celular logo ao lado, podendo apitar com uma nova notificação a qualquer momento.

Além disso, concentre-se na ideia de que está dedicando um tempo à leitura. Assim, você evita que sua mente divague e tente levar você a uma interrupção desnecessária para realizar uma tarefa que poderia ser deixada para depois;

3. Evite ler silabicamente e pratique a visualização em blocos

Siga as técnicas de leitura dinâmica. A verdade é que você pode testá-las uma a uma ou uni-las da forma que for mais natural para você.

Evitar ler silabicamente é ler em blocos. Comece visualizando uma palavra ou um grupo de palavras por completo. Gradativamente, avance para enxergar toda uma frase ou até todo um parágrafo;

4. Teste o skimming

Ao ler conteúdos na internet, como este post aqui no blog da Obabox, praticar a técnica do skimming é mais fácil. Isso porque apenas movimentando a barra de rolagem você consegue correr o olho em todo o texto e ter uma noção geral sobre o assunto.

Com livros, seguir essa ideia pode ser um pouco mais difícil no começo, mas pode ser que você pegue o jeito pouco a pouco. Por isso, não custa tentar!

5. Busque diferentes conteúdos

Há quem goste de praticar leitura dinâmica lendo um mesmo texto várias e várias vezes. Seguir essa ideia pode ser interessante para que você treine seu cérebro para perceber a diferença em ler uma palavra por vez e ler em blocos, por exemplo.

Acontece, porém, que você corre o risco de acabar decorando partes do texto, o que tornaria sua leitura bem mais fácil e rápida. Como consequência, poderia não ter um parâmetro de comparação justo para avaliar seu progresso.

Assim, a dica é ir variando os conteúdos e até o tipo de leitura. Em geral, é mais fácil ler uma matéria de jornal de forma dinâmica do que um romance. Por isso, explore suas possibilidades.

Se, no fim das contas, você achar que a leitura dinâmica não é para você ou que está ao lado dos que acham que é impossível absorver o conteúdo lendo dessa maneira, tudo bem. Existindo o interesse, tentar é o mínimo que você pode fazer para descobrir se as técnicas funcionam ou não.

Quer começar a praticar a leitura dinâmica? Leia sobre a História do Facebook aqui no Obablog e cronometre seus tempos!

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *