O mundo está cada vez mais conectado e isso não é nenhuma novidade. Agora, já parou para pensar como os idosos participam (ou não) de tudo isso?

A inclusão digital para pessoas da terceira idade é uma conversa que precisamos ter para que normalizemos a participação efetiva dos idosos na mesma sociedade em que vivemos.

Parece bobagem? Neste post, esperamos levar você a olhar para a importância da inclusão digital com mais carinho. Confira!

O que é inclusão digital

Incluir é permitir que uma pessoa faça parte de algo como um grupo ou uma categoria de pessoas.

Com isso, a inclusão digital nada mais é do que a criação de mecanismos para que pessoas possam participar de uma sociedade digitalizada.

Nosso foco neste post é falar de idosos, mas a inclusão digital pode e deve ser mais abrangente.

Já ouviu falar das legendas #pracegover que colocam a descrição de imagens em forma de texto? Seu objetivo é permitir que softwares específicos leiam as imagens para quem não pode vê-las.

Independentemente do público alvo, ações de inclusão digital visam possibilidade que pessoas façam parte de um mundo cada vez mais digitalizado.

Para quem já faz parte desse mundo, pensar em inclusão digital pode parecer bobagem.

Mas isso só acontece porque não nos damos conta de tudo que estaríamos perdendo se tivéssemos algum entrave para fazer parte dessa realidade.

Entendendo a “exclusão” digital

Tem gente que não gosta de tecnologia e não quer ter nada a ver com isso. Percebe como isso é uma escolha?

Tem gente que gostaria de fazer parte do mundo digital, mas não consegue e acaba ficando excluído. Agora, vamos entender como a exclusão digital acontece com um exemplo simples. Acompanhe:

Por anos, seus pais e tios ligaram para seus avós só para dar notícias e ver como tudo estava indo. Te colocavam no telefone para dar um “oi” para a vovó e para o vovô e, assim, um vínculo fundamental era mantido.

De uns tempos para cá, o whatsapp se tornou a principal ferramenta de comunicação para muita gente: seus pais, tios, você, seus primos… menos para seus avós, que não sabem usá-lo.

No começo, todo mundo se lembrava de ligar para o vovô e para a vovó de vez em quando. Pouco a pouco, porém, isso foi mudando porque todo mundo passou a se comunicar mais por mensagens.

Os encontros de família continuaram, mas até nesses momentos todo mundo estava com o celular na mão vendo ou mostrando fotos, vídeos, memes… menos seus avós porque eles não entendiam nada disso.

De repente, vovó e vovô ficaram excluídos e ninguém percebeu! Simplesmente, pensaram que, pela idade, eles não se identificariam com a tecnologia e que quando quisessem falar com alguém, iriam ligar.

Aos poucos, seus avós passaram a se sentirem mais sozinhos e com saudades de toda a família. Isso porque, no dia a dia, eles não recebem mensagens e, mesmo nos encontros, sentem como se fossem parte de outro mundo.

Nunca sabem do que seus filhos e netos estão falando, e nunca são incluídos nos assuntos de “coisas da internet”.

Percebe que como a exclusão aconteceu quase sem querer? Percebe que, se você não pensar sobre, pode nem notar que está deixando pessoas queridas de fora do universo que você participa?

A importância da inclusão digital

Acreditamos que o exemplo dado tenha ajudado você a entender a importância da inclusão digital de idosos, mas há mais a ser dito. Veja só:

Manutenção de vínculos

O motivo mais claro no exemplo que demos é a manutenção de vínculos. Atualmente, famílias e amigos se conectam bastante por meios digitais e, para que não sejam isolados, é importante que idosos tenham acesso a isso.

Senso de pertencimento

A inclusão digital na terceira idade também aumenta o senso de pertencimento. 

Quando percebem que usam as mesmas ferramentas e que podem participar das mesmas conversas e do mesmo universo, as pessoas sentem que são capazes e que não precisam ficar de fora.

Isso é importante para elevar a autoestima e para motivar as pessoas a seguirem aprendendo e participando.

Vale lembrar, a vontade de pertencer à sociedade deve existir, mas às vezes só desperta com um empurrãozinho de quem se preocupa com a inclusão digital.

Autonomia e saúde emocional

Além de tudo isso, com o avanço da idade, algumas limitações são naturais, mas nem sempre é necessário simplesmente aceitar uma perda de autonomia.

Você pode ter a maior boa vontade do mundo e aceitar chamar um Uber para sua avó sempre que ela precisar. Mas já pensou como ela se sentiria mais independente se pudesse chamar o Uber sozinha?

Manter a autonomia, na medida do possível, faz a diferença para a autoestima e para a saúde emocional.

Caminhos para a inclusão digital

Idosos estão cada vez mais conectados. A faixa etária acima de 60 anos é a que apresenta o maior crescimento em relação ao uso da internet no país, segundo dados do IBGE.

Acredita-se que uma das razões para isso é o uso maior do celular. Quanto a isso, vale lembrar que existem smartphones para idosos, como o ObaSmart 3, que podem favorecer a inclusão digital.

Sendo assim, um dos caminhos para ampliar essa inclusão é apostar em soluções especialmente desenvolvidas para a terceira idade.

Em geral, são dispositivos que contam com sistemas simplificados, pensados justamente para quem tem dificuldade em lidar com novas tecnologias, mas não quer ficar de fora.

A paciência e o apoio da família também fazem parte. Mesmo com dispositivos específicos, a inclusão digital pode demandar um processo de ensino e aprendizado.

Para isso, recomendamos que você leia nosso post sobre Como ajudar a terceira idade no uso do WhatsApp para conferir dicas de como fazer sua parte para incluir seus avós ― ou quem quer que seja ― em nosso mundo digital.

Conclusão

Inclusão digital não é só uma expressão “para inglês ver”. Em outras palavras, não é apenas uma ideia bonita que a gente exibe e não faz nada a respeito.

Como você viu neste post, há motivos importantes para permitir que mais pessoas vivenciem o universo conectado de uma sociedade cada vez mais digital.

Não é porque idosos têm idade mais avançada que vão, necessariamente, querer ficar de fora dessa.

Além do desejo de participar, a inclusão digital atende ao propósito de permitir que eles também conheçam os benefícios da tecnologia para o dia a dia.

Gostou do post? Compartilhe-o com quem pode ajudar você a promover a inclusão digital entre os seus!

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *