A terceira idade faz parte de nossa sociedade e, por isso, deve ter acesso às tecnologias que tanto facilitam nossa vida. Você sabe como promover a inclusão digital dos idosos?

É natural que pessoas mais vividas não tenham tanta facilidade com soluções digitais mais novas, mas isso não significa que elas não queiram! Por vezes, cabe aos mais jovens ajudar e foi pensando nisso que fizemos este post.

Siga a leitura deste post para conferir dicas de como promover a inclusão digital de seus pais, avós ou qualquer outra pessoa da terceira idade!

Por que fazer a inclusão digital de idosos

Você já deve saber o que é inclusão digital, não é mesmo? Falamos de fazer com que pessoas consigam ter acesso e possam aproveitar novas tecnologias.

A Obabox acredita que a inclusão de idosos no universo digital é de suma importância ― não é à toa que desenvolvemos o primeiro smartphone para a terceira idade do mercado!

A inclusão digital de idosos promove a conexão entre eles, suas famílias e amigos, favorece sua autonomia, melhora sua saúde mental e tem uma série de outros benefícios.

Entre as razões para buscar essa inclusão digital no Brasil é ter em mente dois detalhes bem importantes:

  1. A expectativa de vida aumentou e a população idosa no país está em uma crescente;
  2. Idosos vão usar a tecnologia como já têm feito. Capacitá-los para fazer isso de maneira correta é o melhor caminho inclusive para sua própria segurança contra fraudes e outros riscos.

Promovendo a inclusão digital dos idosos

Sabendo como isso é importante, o que você precisa agora é entender como promover a inclusão digital entre pessoas da terceira idade.

Pode ser que você esteja pensando em sua mãe, no seu avô, em algum tio ou até mesmo em uma vizinha. Não importa quem seja, esperamos que nossas dicas te ajudem a ajudar!

Afaste-se de ideias erradas

Acredite, antes de ensinar algo pensando em promover a inclusão digital dos idosos, quem tem que aprender é você.

Diferente do que muitos pensam, idosos são capazes de aprender sim. Existe uma ideia errada de que, com a idade, perdemos nossa capacidade de absorver conhecimentos ou desenvolver habilidades.

Às vezes, essa crença faz com que as pessoas se auto sabotem. Às vezes, faz com que não recebam o devido apoio quando precisam.

O que você precisa saber para evitar essa situação é que idosos tendem a aprender em um ritmo mais lento. Algumas limitações podem existir, mas muita coisa segue sendo possível.

Explique como a tecnologia vai ser útil

Em alguns casos, o interesse em aprender parte da própria pessoa. Curiosidade não tem idade, não é mesmo?

Quando isso acontece, promover a inclusão digital pode ser mais fácil porque estamos diante de alguém que simplesmente quer descobrir coisas novas.

Nem sempre as coisas são assim, porém. Em alguns casos, somos nós que percebemos como seria útil se a pessoa aprendesse a usar uma tecnologia melhor.

Nesses casos, vale explicar qual a importância da tecnologia e quais são seus benefícios práticos para a vida daquela pessoa.

Idosos costumam se interessar mais quando algo parece fazer mais sentido para as suas vidas. Assim, a explicação ajuda a vencer a ideia do “eu não preciso disso”.

Concentre-se no básico e nas dúvidas

Atualmente, as soluções tecnológicas são desenvolvidas para serem intuitivas ao máximo. Em outras palavras, são criadas de modo que sejam de fácil utilização.

Isso, porém, é algo que tende a funcionar só com os mais jovens. Já viu como uma criança ou um adolescente descobrem t-u-d-o sobre uma solução rapidinho?

Em geral, idosos não conseguem fazer o mesmo. Por isso, se você quer promover a inclusão digital, precisa focar primeiro no básico e ter em mente que o “óbvio” precisa ser explicado às vezes.

Aproveite o momento para ir perguntando se a pessoa está entendendo ou direcionando o processo de aprendizagem com base em suas dúvidas.

Todo mundo fica feliz e se envolve mais quando resolve uma dificuldade. Assim, se tem algo que a pessoa sempre quis fazer e ainda não conseguiu, aproveite a deixa para entusiasmá-la com a tecnologia.

Confie no poder do “aprender fazendo”

É possível aprender muitas coisas a partir da teoria, mas é na prática que o processo evolui melhor.

O que queremos dizer com isso é que você deve deixar o idoso ir fazendo, ir seguindo os comandos para assimilá-los melhor.

Ensinar algo a uma pessoa de terceira idade exige paciência. Por isso, controle o impulso de fazer você mesmo, de “resolver o problema” pela pessoa porque isso é solução temporária.

O que buscamos é autonomia. Por isso, depois de dizer ou mostrar como fazer, você deve deixar a pessoa tentar, deixá-la repetir o exercício para não esquecer como fazer.

Busque dispositivos para idosos

Por fim, mas não menos importante, considere usar dispositivos especialmente desenvolvidos para a terceira idade.

Lembra-se de que mencionamos que a Obabox desenvolveu o primeiro smartphone para idosos? Pegamos aquela ideia de fazer uma tecnologia intuitiva e aplicamos isso à realidade da terceira idade.

Com isso, temos o ObaSmart 3, um dispositivo com um sistema mais simples, mas ainda completo como qualquer outro smartphone.

O aparelho também tem letras grandes e uma série de outras funções que facilitam o uso pelos idosos. Tudo para ajudar na promoção da inclusão digital.

Outra opção é fazer ajustes em aparelhos convencionais para deixá-los um pouco mais amigáveis ao uso por pessoas da terceira idade.

Conclusão

Promover a inclusão digital dos idosos é algo que precisa contar com nossa ajuda, paciência e afeto.

Para isso, é interessante conhecer formas de aproximar a terceira idade de soluções tecnológicas que podem ser muito úteis. Como vimos, mostrar essa utilidade a eles é um caminho.

Algum esforço e boa vontade são necessários, mas no fim, todos saem ganhando!

Esperamos que as dicas que compartilhamos ajudem você a promover a inclusão digital dos idosos que estão em sua vida. Lembre-se de que pode contar com dispositivos desenvolvidos para eles para facilitar essa missão.

Gostou? Aproveite para conhecer o ObaSmart 3: O Novo Celular Para Idosos Com WhatsApp da Obabox!

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *