Eventualmente, mudanças na aparência de um ambiente ou de toda a casa se fazem necessárias. Seja por gosto pessoal ou pelo desgaste provocado pelo tempo, uma hora chega a necessidade de saber como pintar paredes.

Se você assiste a algum programa de reforma e decoração, provavelmente já sentiu vontade de arregaçar as mangas e pintar ao menos uma parede por conta própria, não é mesmo?

Neste post, trazemos a você oito ideias para pintar parede, além de dicas sobre o que fazer para obter um bom resultado. Acompanhe!

1. Saiba quais são os materiais necessários

Antes de falarmos de ideias que lhe sirvam de inspiração, precisamos assegurar que você saiba o básico sobre como pintar paredes. Parte disso depende de descobrir quais são os materiais necessários para a tarefa.

Confira a lista:

  • Lixa para parede;
  • Pano ou vassoura;
  • Jornal ou lona para cobrir o piso;
  • Pincel médio;
  • Rolo de lã de 23cm;
  • Garfo para rolo (trata-se da estrutura em que o rolo é colocado);
  • Cabo para rolo de tinta;
  • Bandeja de aplicação de tinta;
  • Selador acrílico;
  • Tinta acrílica.

Com esses materiais, você consegue pintar uma parede que não precise de muita preparação. Caso estejamos falando, por exemplo, de uma parede que nunca recebeu nenhum tipo de acabamento, você ainda precisará de massa corrida, de uma desempenadeira de aço para aplicar a massa e de uma espátula para aplicá-la nos cantos. Esse processo deve vir antes de todo o resto.

2. Escolha suas tintas com cuidado

Quando alguém está em busca de ideias para pintar parede, uma das primeiras coisas que passa pela mente é decidir a cor da tinta escolhida. Em nosso post sobre aplicativos de decoração, apresentamos duas dicas que podem ajudar você nessa missão: o Coral Visualizer e o ColorSnap.

Com esses programas instalados em um celular moderno ou tablet, você consegue testar diferentes cores para escolher aquelas que deseja usar. Ainda, conta com a ajuda do aplicativo que sugere as melhores opções com base na composição do ambiente em questão.

A escolha da cor não é tudo, porém. Você também deve decidir se prefere uma tinta com brilho ou fosca, além de atentar para o custo-benefício das opções existentes no mercado.

É bom saber que o barato pode sair caro, considerando que tintas de qualidade inferior pendem mais demãos do que as de qualidade superior. Algo que, no fim das contas, pode fazer com que o investimento a ser feito seja bastante similar.

3. Comece lixando as paredes

Temos uma informação importante para você que está aprendendo a como pintar paredes: não é recomendável pular direto para a parte em que a gente se diverte com pincel ou rolo de tinta na mão.

Como já mencionado antes, se a parede não tem nenhum acabamento, você vai precisar aplicar massa corrida conforme as instruções do produto e aguardar o tempo de secagem ― em geral, de duas a três horas.

Caso haja alguma imperfeição como furos onde estantes estavam instaladas, por exemplo, é preciso cobri-las com massa antes de dar sequência ao projeto de renovação do ambiente.

Se a parede já está pronta, você pode passar direto para o uso das lixas. O objetivo de lixar uma parede é remover a camada de tinta anterior e corrigir eventuais imperfeições. Algo que deve ser feito para garantir o melhor resultado possível para a nova pintura. Quanto maior a gramatura da lixa ― quanto maior a sua numeração ―, mais abrasiva ela é.

Uma lixa 220 ou 240 é boa o bastante para uma superfície fina. Entretanto, se a parede em questão tiver um acabamento mais grosseiro, você vai precisar de uma lixa 80 ou 100. Durante o processo, evite passar muito tempo em uma mesma área da parede e sempre verifique se a superfície está ficando lisa.

Depois que terminar, basta passar um pano úmido ou uma vassoura para retirar os resíduos da parede. Se quiser, para facilitar a limpeza do ambiente, você pode utilizar um aspirador de pó para eliminar toda a sujeira.

4. Saiba como preparar o ambiente

Se vemos alguém pintando uma parede ao vivo ou pela TV, tudo tende a parecer bem simples. Em alguns dos programas de reforma que fazem sucesso mundo afora, vemos que os próprios moradores dão conta do recado mesmo que nunca tenham pintado uma parede antes.

Com isso em mente, contenha a empolgação porque, antes de começar, você precisa preparar o ambiente. Jornais e lonas, muitas vezes presos com fita precisam ser colocados no chão por causa dos respingos e em móveis que permaneçam no cômodo durante a transformação.

Lembre-se de colocar uma fita crepe grossa para proteger interruptores e formando uma linha nas superfícies que não serão pintadas. Se você não vai mudar a cor do teto, por exemplo, coloque uma fita rente ao encontro com a parede para evitar que o pincel ou o rolo de tinta pintem pedacinhos do teto.

5. Lembre-se de se preparar para a tarefa

Você também precisa de estar preparado para colocar em prática as melhores ideias para pintar paredes. É certo que o mais recomendado é usar roupas velhas ou que seja específicas para pintura.

Além disso, certifique-se de comprar óculos de proteção, assim como luvas. Os óculos devem ser utilizados a todo momento e as luvas são importantes ao menos enquanto você estiver misturando os produtos químicos.

O uso de botas de proteção, também conhecidas como galochas, é recomendado, mas você também pode optar por um tênis velho.

6. Finalize a preparação da parede

Já considerou a possibilidade de fazer algo para garantir que a cor da tinta seja realçada e com que a durabilidade da pintura seja maior? Pois saiba que essa possibilidade existe.

Um primer ou um selador acrílico pode ser utilizado antes da pintura para finalizar a preparação da parede. Mexa bem o produto antes de colocá-lo na bandeja de aplicação. Em seguida, use o rolo de lã em movimentos sobe e desce para aplicá-lo em todas as paredes que receberão pintura nova.

É interessante aplicar duas camadas do produto e depois seguir as instruções sobre o tempo de espera recomendado pelo fabricante antes de começar a pintar a parede.

7. Considere uma pintura decorativa

Se você entendeu como aplicar o selador acrílico, já sabe como pintar parede. Não tem muito segredo: você deve misturar a tinta antes de despejá-la na bandeja de aplicação e, depois de transferir um pouco para a bandeja, pode começar a usar o rolo em movimentos sobe e desce para pintar.

Durante o processo, observe a formação de eventuais manchas que indicam a necessidade de mais uma demão de tinta. Use o pincel médio para aplicar a tintura nos cantos e em volta de interruptores.

Para um resultado mais impactante, considere ousar nas ideias para pintar parede. Que tal aplicar uma cor mais forte e chamativa em apenas uma delas? Ou usar efeitos como degradê para obter uma aparência diferenciada? Pesquise por inspirações e, claro, instruções sobre como garantir os efeitos desejados!

8. Aposte em suas habilidades artísticas

Outra alternativa para você que está prestes a colocar em prática seus aprendizados sobre como pintar paredes é apostar em suas próprias habilidades artísticas.

Uma pintura simples pode ser transformada com o uso de um estêncil para criar padrões tal qual um papel de parede. Se você tem capacidade para fazer algo ainda mais arrojado, considere fazer um desenho ou uma pintura original para dar um charme especial à transformação do ambiente.

Gostou do post? Aproveite e conheça a ObaPaint: a pulverizadora de tinta da Obabox, ideal para você que não vê a hora de colocar a criatividade em prática!