Se tem um equipamento que passou por várias transformações ao longo dos anos, este dispositivo é o celular. Esse aparelho que virou quase um melhor amigo, tal como um camaleão, já trocou de cores e de roupa diversas vezes. 

Essa sua capacidade de se reinventar para proporcionar a melhor experiência em termos de usabilidade é o que conquistou milhares de pessoas no Brasil. De acordo com estudo da Fundação Getúlio Vargas, atualmente estão em uso 424 milhões de equipamentos móveis no Brasil como desktop, notebook, tablet e smartphones. Deste montante, 234 milhões são celulares. 

Se você não desgruda do seu telefone e adora uma boa história, vem com a gente e conheça mais sobre a trajetória deste fascinantes dispositivos. Aproveite o post!

Quais foram os primeiros celulares? 

O primeiro celular a ser comercializado no mundo foi o Motorola DynaTAC 8000X, em 1983. O aparelho foi idealizado e criado por Martin Cooper, um engenheiro eletrotécnico norte-americano, que criou o equipamento dez anos antes, em 1973. 

Não demorou muito para que as primeiras unidades entrassem no mercado e já conquistassem adeptos, o que já dava prova do poder de persuasão daquela que até então era uma novidade. Prova disso é que alguns destes aparelhos foram vendidos sem que existissem planos de linha telefônica. 

Somente após alguns meses de lançamento, é que apareceu o primeiro plano de celular que custava aproximadamente 50 dólares por mês, além dos custos de ligação por minuto. 

O primeiro modelo com SMS

Por alguns anos, os aparelhos celulares ficavam restritos somente a fazer ligações. Porém, em 1992 eles começaram a ter a funcionalidade de mandar mensagens no formato de SMS.

Você sabe qual foi a primeira mensagem enviada por celular? Foi “Feliz Natal” e quem enviou foi Neil Papworth, um engenheiro de 22 anos, no dia 3 de dezembro. O aparelho usado foi um Orbitel 901. 

A chegada do touch screen

Se mandar mensagens já era um baita avanço, quem imaginava naquele momento poder executar várias atividades pelo simples toque na tela do celular. Até então isso era bem surreal, mas o IBM Simon fez isso se tornar palpável a todos. 

Considerado o primeiro smartphone do mundo, ele trazia até então uma tecnologia inovadora, mas que hoje é completamente comum, o touch screen. Isso significava que os botõezinhos físicos com os números nos celulares poderiam ser visualizados e tocados na própria tela do celular. 

O aparelho custava 700 dólares e, além desta ferramenta, também trazia calculadora, calendário e bloco de notas. Entretanto, por mais incrível que possa parecer, o IBM Simon não emplacou e logo foi tirado de circulação do mercado. 

fonte: Gizmodo Brasil

Aparelhos com acesso a internet

Outro smartphone que, de certa forma, marcou época foi o Nokia 9000 Communicator que, entre as principais ferramentas, viabilizava o acesso a internet. 

Entretanto, apenas duas operadoras da Finlândia permitiam a conexão, o que dificultava o acesso a conectividade virtual. O modelo tinha capacidade de memória de até 8MB, dividida entre sistema e aplicações. 

Porém, alguns anos mais tarde, em 2002, a tão sonhada conexão virtual seria alcançada com o BlackBerry 5810, que permitia executar várias tarefas como mandar e-mails, o que representava um divisor de água na revolução dos celulares.

fonte: canaltech

 

Quando os aparelhos com câmera chegaram? 

Se ter acesso a internet para mandar e-mails e o touch screen já eram feitos incríveis, agora imagina poder tirar foto do seu telefone. Quem aí se lembra dos primeiros aparelhos com câmera? As fotos apareciam com resolução ruim e meio borradas. Era estranho, mas inovador contar com tal tecnologia na palma da mão. 

O primeiro modelo com câmera foi um J-SH04 da Sharp, que chegou ao mercado em 2001. Ele permitia tirar foto com resolução de 0,1 megapixel e enviar as pessoas pelo aparelho.

A Samsung, alguns anos antes, tentou ser protagonista com o primeiro celular com possibilidade de tirar fotografias. Entretanto, a falta de conectividade inviabilizou tamanho feito, abrindo caminho para o J-SH04 da Sharp. 

fonte: TecMundo

Steve Jobs e o Iphone

Quando se fala em celular, necessariamente é preciso mencionar Steve Jobs e o seu incrível Iphone. Definitivamente ele foi “o cara” dos smartphones quando ele apresentou ao mundo o Iphone 2G. 

O aparelho foi lançado em 2007 e trouxe touch screen, câmera fotográfica, conexão com internet e aplicativos personalizados para plataforma IOS. As telas sensíveis ao toque não eram uma novidade, pois, como dissemos, em 1994 o IBM Simon chegou ao mercado com a mesma funcionalidade. 

Entretanto, o Iphone aplicou esse mecanismo em toda a tela, permitindo ao usuário executar todas as funções neste formato com design responsivo, o que facilitava a navegação. 

Sistema Android 

Se a Apple chegou com tudo em 2007, não demorou para a concorrência se movimentar e, no ano seguinte, T-Mobile G1 trazia o Sistema Android, que foi criado pela Google. 

Assim como Steve Jobs, ele também veio com aplicativos centralizados em uma loja específica para os aplicativos, a Google Play. 

Com o passar dos anos, o Android conquistou relevante espaço no mercado e, atualmente, mais de 90% dos smartphones vendidos no mundo trazem este sistema operacional. 

fonte: Jon Rettinger (YouTube)

Assistentes Pessoais

A Siri é uma assistente de voz que foi lançada no mercado há 6 anos e potencializou a interatividade entre pessoas e os celulares. O objetivo desta ferramenta é controlar o smartphone apenas com a fala, se transformando em, como o próprio nome já diz, um assessor para assuntos pessoais. 

Atualmente, a Siri está vinculada ao Iphone, porém, quem tem celulares com plataforma Android pode ter a mesma funcionalidade através do Google Assistente. Outras marcas também estão agregando essa tecnologia com versões personalizadas como o Bixby, da Samsung, e a Alexa, da Amazon.

Conclusão

É surreal pensar que muitos de nós já vivemos em um mundo sem celular, computador, tablet, entre outras tecnologias. Ainda é possível se lembrar de como era o mundo antes disso tudo? Bem provável que sim, mas seria possível voltar no tempo e viver sem essas tecnologias? Achamos bem difícil. 

O fato é que os celulares ocuparam seu lugar no mundo e em nossas vidas e fica difícil imaginar o mundo sem eles. Até onde eles podem chegar?

Só o tempo e a tecnologia para nos mostrar. Mas até lá, fica a dica para você que curte o tema fazer a leitura do post “Quais os melhores celulares de 2020?”, que está no blog.

Share:

1 Comment

  • Ezequias Ferreira, 9 de junho de 2021 @ 09:33 Reply

    Esta publicação é muito interessante e interativa, sem deixar de ser simples! Excelente trabalho a blog.obabox.com.br!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *