Só quem gosta de ver a casa brilhando é que sabe o quão frustrante é se dedicar à faixa e, no fim das contas, não gostar tanto do resultado. Ninguém merece, não é mesmo?

Nós sabemos disso e, por essa razão, preparamos uma lista com os erros mais comuns na limpeza. É claro que não vamos apenas apontá-los, mas contar como evitá-los e ficar bem feliz com o resultado de tanto esforço.

Acompanhe!

1. Começar pelo chão

“Olha o estado desse chão!”. Levanta a mão se você já proferiu essas palavras ou ouviu essa frase sendo dita, com espanto, por alguém que mora com você.

Brincadeiras à parte, o chão costuma ser um indicativo comum da situação de um ambiente. Poeira, farelos, pedacinhos de papel, cabelo e pelo de animais, manchas e outros muitas vezes nos servem de aviso sobre a necessidade de fazer uma faxina.

Com isso, é natural querer começando logo tirando essa sujeira que parece tão evidente, mas limpar o chão primeiro é um dos erros mais comuns na limpeza de casa.

Considere que, antes, pode ser necessário limpar o teto para remover teias de aranha, tirar o pó de lustres, de quadros e, claro, dos móveis. Por mais cuidado que você tome, ao menos parte dessa sujeira vai acabar sendo “jogada” para o ar, atingindo o chão instantes depois.

Com isso, começar pelo chão é contraproducente.

2. Não organizar o ambiente antes

Agora que você já sabe que precisa limpar outras superfícies primeiro e deixar o chão por último, saiba que convém organizar o ambiente para a faxina antes de começá-la, de fato.

Outro erro comum na limpeza de casa é o de deixar aquela pilha de papéis na mesa e lidar com eles ao mesmo tempo em que tenta tirar o pó que se acumula sobre essa mesa. Algum nível de organização é fundamental para que a faxina tenha os melhores resultados possíveis.

3. Usar pano comum para tirar pó

Sobre a limpeza de superfícies, um erro que você deve evitar é o de usar pano comum para tirar o pó. O ideal é usar aqueles feitos de microfibra porque os outros podem acabar “segurando” sujeiras que são capazes de arranhar móveis e eletrodomésticos.

Ainda, se você quer evitar que o pó se espalhe pelo ar, considere usar o pano levemente umedecido na limpeza. Assim, você minimiza o volume de poeira que se depositará no chão e, de quebra, cria um ambiente mais saudável, especialmente para aqueles que têm alergias ou doenças respiratórias.

4. Ignorar pequenos objetos

Objetos de decoração ajudam a conferir personalidade às nossas casas. Cada pessoa tem seu próprio estilo e, em geral, os minimalistas têm menos objetos com que lidar no dia a dia e na faxina. Ainda assim, podem esquecer de alguns detalhes também.

Se você tem porta-retratos sobre as mesas ou qualquer outro objeto decorativo, entenda que para ter um resultado digno de aplausos, não pode deixar de limpá-los um a um. Tampouco de levantá-los da superfície de apoio para limpá-la corretamente.

Ignorar objetos pequenos é um erro comum na limpeza que, acreditamos, acontece principalmente porque é normal sentir aquela preguicinha de dar tanta atenção a detalhes, não é mesmo?

Entretanto, convém respirar fundo e achar motivação porque vai valer a pena. A dica final a esse respeito é para que você se lembre também de controles remotos e outros objetos não-decorativos que também acumulam sujeira.

5. Despejar produtos direto sobre as superfícies

Depois de tirar o pó das mais variadas superfícies, em alguns casos a etapa seguinte é a de usar produtos de limpeza para higienizar ou dar brilho.

Seja qual for o caso, saiba que um erro comum na limpeza de casa é despejar esses produtos direto sobre as superfícies. O ideal é colocá-las em um pano, esponja ou outro acessório que faça sentido em cada caso.

A ideia é evitar excessos que podem causar efeito indesejado sobre as superfícies e, como consequência, demandar mais esforço para garantir os resultados esperados.

6. Não deixar os produtos agirem

Há casos em que o erro no uso de produtos de limpeza é aplicá-los e, em seguida, esfregar ou jogar água.

Se falamos, por exemplo, da água sanitária no banheiro, é preciso deixar o produto agir por alguns minutos para que cumpra sua função. Desengordurantes industrializados ou até misturinhas caseiras para a limpeza de azulejos podem demandar o mesmo cuidado.

Assim, convém sempre observar e respeitar as instruções de uso apresentadas na embalagem ou naquela dica que você encontrou na internet.

7. Lavar janelas em dia de sol

Outro erro muito comum na limpeza de casa é o de escolher lavar as janelas em dia de sol. É tão convidativo, não é mesmo? Temos a tendência de pensar que o sol vai ajudar a secar as superfícies e que isso vai facilitar todo o trabalho.

Além disso, pensamos também que um dia bem iluminado vai nos ajudar a enxergar cada sujeirinha que esteja grudada no vidro, permitindo que façamos uma limpeza completa.

Pois é. Ainda que exista uma lógica real por trás desses raciocínios, é preciso considerar também que o sol pode acabar fazendo com que os produtos que estão sendo usados sequem mais rápido, deixando manchas no vidro.

Assim, o mais aconselhado é lavar as janelas em dias de sol fraco ou em dias nublados.

8. Não higienizar escovas e esponjas

Essa dica de erros comuns na limpeza de casa que você precisa evitar vale para o dia da faxina, mas também para os outros dias da semana. O sabão pode ser autolimpante, mas escovas e esponjas não são.

Assim, depois de lavar copos, pratos, pias, vasos sanitários e diversas outras superfícies, higienize as escovas, esponjas e outros acessórios utilizados.

No dia a dia, pense que se você não lavar as buchas da pia da cozinha, logo essas vão exalar um odor meio azedo que surge dos resíduos de alimentos que ficam presos na esponja. Um odor que, inclusive, pode acabar sendo passado para pratos e outros utensílios.

Na faxina, considere que microorganismos vão se acumular em um volume maior em acessórios não higienizados. Algo que pode representar riscos à saúde, além de fazer com que a vida útil desses acessórios seja mais curta.

9. Não lavar lixeiras

Por fim, o último erro comum na limpeza de casa é o de não lavar lixeiras. Em nossa sociedade, é bastante comum o uso de sacolinhas plásticas nas lixeiras para evitar que qualquer resíduo tenha contato direto com elas.

Essa estratégia também facilita a vida na hora do recolhimento do lixo, mas se você quer ser uma pessoa ambientalmente mais correta, já pode considerar trocar a sacolinha plástica por uma de papel, por exemplo.

Voltando ao foco, ainda que você use algo que proteja as lixeiras, no dia da faxina, convém lavá-las com água, sabão e bucha para eliminar odores e até algum resíduo líquido ou sólido que possa ter escapado.

Gostou do post? Confira dicas para deixar a faxina mais leve organizando a casa no dia a dia!