Fazer a limpeza de casa toma tempo e dá trabalho. Mal a gente termina e logo aparece uma sujeira nova… Em geral, porém, a gente sabe que vale a pena porque é uma delícia ter tudo limpinho e organizado, não é mesmo?

A história fica ainda melhor quando a gente aprende novas formas de limpar a casa como mais praticidade e eficiência. Se você é como nós aqui da Obabox, vai adorar conferir este post com dicas bem bacanas para não errar na hora de deixar cada ambiente brilhando e se cansar bem menos.

Acompanhe!

Saiba por onde começar

Há quem faça a limpeza de casa por etapas divididas entre os dias da semana, mas se você prefere deixar tudo em ordem de uma vez só, saber por onde começar pode fazer toda a diferença.

Uma boa dica é escolher o cômodo que você mais quer ver limpo ou até mesmo aquele que está mais sujo e bagunçado, “gritando” pela sua atenção. Dar conta daquilo o mais incomoda primeiro faz com que conquistemos a sensação de satisfação mais rapidamente e motiva o restante do processo.

Optar pelo cômodo em que a situação é mais crítica tem um sistema de recompensa parecido, já que proporciona o alívio de saber que o mais difícil já foi feito e o que vem em seguida é mais tranquilo.

Outra dica é fazer a limpeza de um cômodo por vez e, não havendo preferências, começar por aqueles que não são caminho para os demais. Por exemplo: você certamente não vai querer limpar o corredor antes de limpar os ambientes ligados a ele, certo? 

O mesmo vale para uma sala de jantar que seja caminho para uma sala de estar porque, do contrário, você vai acabar levando sujeira ― com os pés ― de um ambiente para o outro que já havia concluído a limpeza.

Comece de cima para baixo

Independente do ambiente que você escolher para iniciar a limpeza de casa, lembre-se começar de cima ou do alto para baixo. Se você tem uma vassoura limpa teto e pretende usá-la para remover teias de aranha, faça isso antes de tirar o pó dos móveis e de limpar o chão.

Se você tem prateleiras, estantes ou mesas, tire o pó ― e, quando for o caso, passe os produtos adequados para limpeza e brilho ― antes de varrer e passar pano no chão. Entendeu a ideia?

Começar do alto quando for limpar a casa impede que você acabe sujando uma superfície mais abaixo da qual já havia cuidado. Caso você inverta essa ordem, vai acabar tendo retrabalho, demorando mais e se cansando mais.

A dica é seguir algo como: teto -> lustres -> estantes altas -> quadros e paredes -> móveis (mesas, camas, sofás e outros) -> chão.

Saiba quais produtos usar para a faxina

Quem vai limpar a casa precisa saber quais produtos usar. A faxina não precisa ser sempre feita com produtos pesados ou com uma variedade enorme de itens de limpeza, cada um com uma utilidade específica.

Nosso foco é a praticidade, mas sem deixar de lado a qualidade no resultado buscado. Afinal, você não quer ter um trabalhão para, depois, perceber que a casa ficou apenas mais ou menos limpa, não é?

Além da água, item praticamente indispensável para a limpeza de casa, há uma listinha de produtos básicos que você deve ter em mãos. Veja só:

  • Detergente líquido ― além de limpar vasilhas, este produto pode ser usado para a limpeza de azulejos e pisos. Como você deve saber, existem no mercado produtos específicos para os fins mencionados, mas você pode testar a eficiência do detergente para descobrir se gosta do resultado e pode apostar nessa praticidade;
  • Desinfetante ― alguns dos cômodos cuja limpeza se faz necessária com mais frequência são a cozinha e o banheiro. Para ambos, o desinfetante pode ser usado para a limpeza de pisos e cerâmicas;
  • Álcool 70 ― este produto é ideal para a limpeza de superfícies de vidro, como mesas, prateleiras de móveis, portas e janelas;
  • Desengordurante ― usado especialmente na cozinha, este produto é ideal para tirar a gordura do fogão, bancada da cozinha, microondas e armários que sejam atingidos pelo óleo. Além disso, o desengordurante também pode ser utilizado para limpar o box nos banheiros.

É certo que, além desses produtos, você também precisa de itens básicos como panos limpos, vassoura, pá, rodo e balde. Existem outras possibilidades capazes de tornar a limpeza mais prática, como é o caso dos rodos de esponja e dos esfregões, por exemplo.

Quanto a isso, é importante que você observe o que de fato funciona na sua rotina de limpeza e conforme as necessidades de sua casa. Assim, pode manter em dia sua dispensa com os produtos e acessórios certos.

Entenda como limpar sem levantar pó

Se tem uma coisa que incomoda muito quem faz a limpeza de casa é a poeira. Durante a faxina, há quem tenha o costume de sacudir tapetes, bater almofadas e varrer vigorosamente. Tudo isso ajuda a levantar pó, o que pode ser ruim por dois motivos importantes.

Primeiro: você se lembra de que é legal seguir uma ordem de cima para baixo ao limpar a casa? Se depois de limpar paredes e móveis você varrer de modo a levantar a poeira, pode acabar sujando as superfícies mais ao alto das quais já tinha cuidado.

Segundo: ao sacudir e bater itens que acumulam pó, você faz com que as partículas de poeira fiquem suspensas no ar por certo tempo. Eventualmente, elas atingem as superfícies fazendo com que fiquem sujas novamente. Além disso, a poeira no ar é motivo de “dor de cabeça” para quem lida com doenças respiratórias.

Com isso em mente, é interessante fazer a limpeza de casa levantando o mínimo possível de poeira. Se a sujeira está pesada, é bem provável que você precise varrer antes de passar um pano.

Passar um pano úmido, seja no lugar da varrição ― quando a sujeira está mais leve ― ou após essa etapa ajuda a tirar mais poeira do ambiente já que o pó gruda no pano.

Crie um cronograma de limpeza

Nem sempre é possível limpar a casa de uma vez só. Por essa razão, vale a pena criar um cronograma que se adeque à sua realidade. Defina o que deve ser feito diariamente, como recolher o lixo dos banheiros e cozinha, e lavar as louças. E o que pode ser feito em dias alternados ou em intervalos maiores.

Uma casa em que muitas pessoas dividem o mesmo banheiro pode precisar de uma limpeza neste cômodo com mais frequência. Por sua vez, uma casa em que a sala de TV é utilizada só a noite pode ter uma rotina mais leve e flexível para este ambiente.

Para criar seu cronograma, tenha em mente também suas prioridades e, se dividir a casa com alguém, certifique-se da possibilidade de criar uma escala incluindo os demais moradores

Estabeleça metas

Por fim, se você quer aumentar sua eficiência na limpeza de casa, avalie a possibilidade de estabelecer metas.

Quando estamos limpando, é comum que a mente viaje para diversos lugares e, ainda que liguemos o piloto automático, acabemos fazendo as tarefas com certa lentidão. Em outros casos, essa lentidão pode ser justificada pelo simples fato de que limpar a casa pode ser chato e a gente se “arrasta” para cumprir cada tarefa.

Seja como for, definir que você deve lavar o banheiro em 50 minutos ou passar pano nos quartos em 30 minutos, por exemplo, pode ser motivador. Mesmo quem não é lá muito competitivo pode se sentir instigado a bater as próprias metas e se superar, o que, no fim das contas, favorece a eficiência e reduz o tempo gasto na limpeza de casa.

Gostou das dicas? Conte pra gente qual é a sua rotina de faxina, nos comentários!

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *