“O que a gente quer é gostar de alguém e quer que esse alguém goste da gente também”, diz a letra de A história mais velha do mundo.

Ahhhh, o amor! Difícil não se interessar por amar e ser amado e, quem encontrou uma pessoa especial costuma gostar de celebrar o Dia dos Namorados.

Você já se perguntou como essa comemoração surgiu e por que existe até hoje? Temos algumas respostas. Siga em frente e boa leitura!

Dia de São Valentim e o Valentine’s Day

Muitas de nossas datas comemorativas, oficiais e não oficiais, têm relação com o aspecto religioso. Algumas delas são tão antigas que datam dos tempos do Império Romano, como é o caso do Dia de São Valentim.

Verdade seja dita? A história é um pouco macabra, mas a homenagem parece justa.

Bispo da Igreja Católica, Valentim foi proibido pelo imperador Claudius II de realizar casamentos. Porém, o religioso ignorou a ordem e seguiu realizando as cerimônias conforme sua convicção lhe mandava.

Para tentar evitar problemas, os casamentos eram realizados secretamente, mas Claudius II estava atento e, eventualmente, seus soldados encontraram e prenderam o bispo que acabou sendo condenado à morte.

Na prisão, aguardando seu destino final, Valentim recebeu incontáveis cartas de jovens casais apaixonados que valorizavam o amor e a união matrimonial. Obviamente, isso não comoveu Claudius II e o bispo foi decapitado em 14 de fevereiro do ano 270.

Em homenagem ao “bispo casamenteiro” uma celebração passou a ser realizada; sendo a data destinada ao amor e aos casais de namorados.

Assim, na Europa e nos Estados Unidos, o Dia dos Namorados acontece em 14 de fevereiro e é chamada de Valentine’s Day ou Dia de São Valentim.

Santo Antônio e o Dia dos Namorados

Talvez você já soubesse, mas se não sabia, acabou de perceber que o Brasil celebra o Dia dos Namorados em uma data diferente da que originou a comemoração. Por aqui, optamos pelo dia 12 de junho. Por que?

Temos duas explicações. A primeira segue a linha da existência de uma razão religiosa e a segunda aponta simplesmente para questões comerciais.

A relação com o “santo casamenteiro”

Fernando de Bulhões (acredita-se que esse tenha sido o nome real) era um frei que, em seus sermões, sempre destacava a importância do amor e do casamento.

Foi canonizado como Santo Antônio de Pádua, Santo Antônio de Lisboa ou simplesmente Santo Antônio, e ganhou fama de “santo casamenteiro”.

O Dia de Santo Antônio é 13 de junho e, no Brasil, o dia anterior foi escolhido como o Dia dos Namorados para criar essa conexão.

O insight de um publicitário

Paralelo a isso, há outra explicação que direciona a escolha do dia 12 de junho como uma opção puramente comercial.

O Dia dos Namorados é celebrado no Brasil nessa data desde 1948. Entende-se que a decisão veio de um insight ou uma ideia do publicitário João Dória (pai do político João Dória Jr., atual governador de São Paulo).

Dória pai era dono da agência Standard Propaganda. Contratado pela loja Exposição Clipper, sua missão era encontrar uma solução para junho, mês em que as vendas eram muito fracas.

Assim, inspirado pelo sucesso comercial do Dia das Mães, Dória definiu o 12 de junho como o Dia dos Namorados no Brasil, estimulando a troca de presentes entre os casais.

A celebração do amor pelo motivo que for

No fim das contas, não importa se o Dia dos Namorados não acontece junto com o Valentine’s Day. Também não precisa ser relevante se a data foi criada inspirada em um “santo casamenteiro” ou no insight de um publicitário.

O importante é celebrar o amor e você pode fazer isso da forma que preferir, inclusive sem a troca de presentes (mas a Obabox tem várias opções legais, viu? Fica a dica!).

Por que estamos falando isso? Sabemos que algumas pessoas entendem que todas as datas comemorativas perderam o sentido porque se tornaram meramente comerciais.

Não queremos esconder nada de ninguém, somos um e-commerce e, certamente, vamos te dar total apoio caso você queira comprar algo para a pessoa amada.

Porém, nós sabemos que o sentimento está acima de qualquer coisa e que há diferentes formas de celebrar o Dia dos Namorados, inclusive sem gastar um único centavo.

Curiosidades sobre o Dia dos Namorados

Agora que a história já foi contada, que tal conhecer algumas curiosidades sobre o Dia dos Namorados? Preparamos uma listinha, veja só:

Haja cartões!

Acredita-se que um dos cartões mais antigos enviados para celebrar o amor foi emitido em 1415 por Charles, duque de Orleans, durante seu período como prisioneiro na Torre de Londres.

O cartão foi destinado à sua esposa e, atualmente, está preservado em um museu britânico.

A tradição das rosas vermelhas

Sim, você pode presentear a pessoa amada com as flores que quiser no Dia dos Namorados, mas não dá para ignorar o fato que as rosas vermelhas são campeãs de vendas.

O vermelho simboliza a paixão e a rosa dessa cor era a flor preferida de Vênus, a deusa romana do amor.

A ideia da caixa de bombons

Foi Richard Cadbury (1835 – 1899) que popularizou a ideia das caixas de bombom em forma de coração ao apresentar o produto em nome da marca Cadbury.

A ideia era ter uma caixa romântica e poética para vender seus chocolates, criando algo que, depois, poderia ser usado para guardar cartas de amor.

Shakespeare apaixonado

Acredite, especialmente no Dia dos Namorados ― ou melhor, no Valentine’s Day ― a Julieta, de Romeu e Julieta, recebe cartas endereçadas à cidade de Verona, na Itália.

Pois é, milhares de pessoas enviam cartões à personagem criada por William Shakespeare em busca de conselhos amorosos.

Mais uma vez, o “santo casamenteiro”

A estimativa é que mais de 220 mil pedidos de casamento sejam feitos anualmente no Dia dos Namorados. Conhece algum casal que aproveitou a data para deixar o compromisso ainda mais sério?

Conclusão

Você pode até pensar no Dia dos Namorados apenas como “mais uma data comercial”, mas é difícil negar que a celebração do amor é sempre bem-vinda, não acha?

Esperamos que o post, com a história e as curiosidades, tenham te inspirado de alguma forma. E se você não tem um par no momento, considere fazer algo por você porque há sempre espaço para o amor próprio e o autocuidado!

Já decidiu como vai celebrar o Dia dos Namorados este ano? Conta pra gente nos comentários, mas sem dar spoiler de surpresa, hein!

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *