O que fazer para evitar aquela mancha de copo na mesinha de centro? E como impedir que o aparador da sala de jantar comece a descascar? Estas são algumas das perguntas que poderiam ser feitas por alguém queira saber sobre cuidados com móveis de madeira.

Muitos de nós, ao comprar um móvel novo, passa os primeiros meses usando-o com o máximo de cuidado. Depois de um tempo, a peça deixa de ser novidade e é devidamente incorporada à rotina local, ficando exposta a algumas práticas e circunstâncias que podem causar danos.

É natural que móveis de madeira sejam marcados pelo tempo. Apesar disso, é possível tomar alguns cuidados para aumentar sua durabilidade e garantir sua bela aparência por mais tempo. Veja só!

Aposte na limpeza simples e frequente

A limpeza frequente, se possível diária, é uma boa medida de cuidado com móveis de madeira que vai ajudar a manter sua aparência bonita por mais tempo.

Trata-se, porém, de uma limpeza simples para remover a poeira. Para tanto, o ideal é usar panos macios e que não soltam fiapos, como aquelas flanelas laranjas que muitos usam em seus carros.

A ideia é levantar os objetos um a um para remover devidamente a poeira. Nada de arrastá-los de um lado para o outro, ok? Do contrário, você pode acabar arranhando seus móveis.

Outra dica é sobre ter cuidado na escolha dos produtos de limpeza. Procure aqueles que tenham sido especialmente desenvolvidos para móveis de madeira e evite outros, como o álcool e os saponáceos, que são mais agressivos e podem causar danos.

Proteja a superfície do móvel

Nem só de limpeza frequente é feita a conservação de um móvel de madeira. Outro cuidado diário que você deve ter é o uso de proteções para evitar que a superfície acumule manchas e marcas.

O uso de porta-copos, por exemplo, é sempre recomendado para que suas mesas não fiquem “carimbadas” com círculos mais escuros aqui e ali. Outros protetores, como os descansos de panela, são muito importantes para evitar o contato diário do móvel com superfícies quentes.

Se for possível e você achar adequado, considere encomendar um tampo de vidro para que a conservação da superfície dos seus móveis de madeira se torne mais simples.

Use ceras ou óleos para conservação

De tempos em tempos, você pode aplicar ceras ou óleos especiais pensando na conservação dos seus móveis. Essa dica é útil, sobretudo para peças feitas de madeira maciça que precisa ser hidratada eventualmente.

A cera de abelha, ou qualquer outra que não tenha nenhum tipo de solvente em sua composição, é uma das mais indicadas porque, além de ajudar na limpeza, também cobre pequenos arranhões.

O uso desses produtos não precisa ser frequente. A recomendação é de que você aplique a cera ou o óleo escolhido entre três e quatro vezes ao ano. Quanto a isso, é sempre bom fazer um teste em um canto menos aparente do móvel e ver como ele responde ao produto.

Cuidado com a umidade

A umidade não é amiga dos seus móveis de madeira. Por isso, um dos cuidados que você deve ter é evitar panos muito úmidos, proteger os pés com feltro e não deixar os móveis totalmente encostados nas paredes. Esta última dica vale, sobretudo para o caso de paredes que fazem divisa com ambientes como cozinhas e banheiros.

A umidade pode fazer com a madeira tenha mofo, manchas, descamação da pintura e até inchaço. Este último problema, inclusive, pode fazer com que a abertura e fechamento de portas e gavetas deixe de acontecer normalmente.

Além disso, vale lembrar que aquilo o que fragiliza a madeira coloca em risco a integridade de seu móvel.

Evite a exposição direta à luz solar

Outro cuidado com móveis de madeira diz respeito à exposição à luz solar. Isso porque, o sol tende a fazer com que a madeira desbote e adquira uma aparência mais velha.

Se parte do móvel pega sol e outra parte não, pode ser até que você lide com a existência de tonalidades e aspectos diferentes na mesma peça. O ideal é mudar o móvel de lugar ou, se for melhor, instalar cortinas para protegê-lo nos horários em que for necessário.

E se você tem um móvel de madeira na área externa da casa? Neste caso, é importante saber de antemão que o tom da madeira pode mudar e que o deslocamento de lâminas da peça pode se acelerar.

Não sobrecarregue o móvel

Quantos livros uma prateleira comporta? Se você já parou para pensar em algo assim é porque sabe, talvez por experiência, que móveis têm limites quanto ao peso que conseguem suportar.

Em alguns casos, a sobrecarga do móvel pode causar rupturas e quedas ― como a prateleira com livros demais. Em outros, pode levar a afundamentos, deformações e a outros problemas que podem ser perigosos.

Ainda que a madeira seja um material resistente, é bom tentar equilibrar a distribuição de peças e ter bom senso para limitar a quantidade itens ou o peso que é colocado sobre o móvel.

Evite arrastar o móvel

Arrastar móveis é uma prática comum no momento da limpeza da casa. Em alguns casos, como o de cadeiras e mesas mais leves, pode ser mais fácil carregar as peças, o que é o mais indicado.

O conselho também vale para móveis maiores e mais pesados, como mesas e guarda-roupas, mesmo que seja mais difícil. A questão é que arrastar os móveis pode prejudicar a sua estrutura porque é uma forma de forçar a peça a entrar em movimento. 

Isso pode provocar pequenos deslocamentos nas partes internas e junções, fragilizando o móvel pouco a pouco. Já pensou se de repente, as prateleiras internas de um guarda-roupa caem porque o espaço entre elas aumentou?

Aposte na manutenção preventiva

Ainda que você encontre meios de seguir a dica anterior de cuidados com móveis de madeira, deslocamentos na estrutura podem acontecer. Até mesmo o clima pode afetar a madeira, quer o móvel seja exposto ou não à umidade e ao sol.

Com isso, pode acontecer de “pernas” se abrirem um pouco além do normal, parafusos se afrouxarem, dobradiças começarem a se soltar e etc. A manutenção preventiva é uma forma de identificar essas e outras situações para corrigi-las antes que se tornem um problema real.

A manutenção não precisa ser uma medida tão frequente. Foque nos móveis que são mais utilizados, mas não se esqueça dos demais. No dia a dia, esteja atento a detalhes, como o caso de puxadores que bambeiam, e vá corrigindo-os conforme necessário.

Essas dicas foram úteis? Você conhece alguma outra estratégia de cuidados com móveis de madeira? Deixe o seu comentário!

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *