Uma cozinha funcional passa, sobretudo pela arquitetura e pela escolha do mobiliário, assim como por sua disposição no ambiente. Isso não é tudo, porém.

A escolha dos utensílios de cozinha que serão utilizados no dia a dia também pode seguir a ideia da funcionalidade e garantir que todos os recursos sejam aproveitados ao máximo e da melhor forma possível.

Neste post, vamos unir tudo isso para que você saiba o que é e, mais interessante ainda, como criar uma cozinha funcional aí onde você mora. Acompanhe!

O que é uma cozinha funcional

A palavra “funcional” faz referência a algo que funciona, que tem serventia. Quando atrelada a algo, como um ambiente feito a cozinha, nos leva ao entendimento de um espaço que é aproveitado de maneira a garantir o máximo de funcionalidade.

Uma cozinha funcional é aquela que permite facilidade e agilidade na rotina de quem prepara os alimentos. É um ambiente que conta com o mobiliário certo para que tudo esteja devidamente organizado, além de contar com os eletrodomésticos adequados.

Mais do que ter os móveis, eletrodomésticos e utensílios certos, uma cozinha funcional também tem tudo isso bem distribuído no ambiente, de modo a aproveitar bem o espaço e conferir praticidade.

Não faz sentido, por exemplo, que as panelas e outros dos utensílios de cozinha mais usados no dia a dia fiquem em um armário super longe do fogão. Ou que copos usados com frequência estejam em uma prateleira tão alta que demanda o uso de uma escadinha sempre.

O design da cozinha funcional

O conceito de cozinha funcional começou a ser mais difundido na prática com os programas de reforma que passam na TV. Com isso, no imaginário de muitas pessoas, é natural que o funcional esteja associado ao plano aberto ou à cozinha americana.

Sabendo disso, queremos esclarecer que tanto a cozinha em plano aberto (ou integrada) quanto a que seguem o estilo americano podem ser funcionais, mas isso sequer é regra. Além do mais, cozinhas tradicionais também podem ser transformadas em ambientes com alta funcionalidade.

A ideia principal diz respeito a como móveis e eletrodoméstico são dispostos no ambiente. Algo que deve ser feito de forma a assegurar uma circulação fácil, sem entraves para o preparo de alimentos, mantendo o espaço seguro.

Dicas para começar

Se você fizer uma busca no Pinterest, por exemplo, vai encontrar diversas inspirações para criar uma cozinha funcional em casa. São tantas ideias que arriscamos dizer que você pode até se perder um pouquinho!

Em todo caso, o que queremos dizer com isso é que você precisa ter clareza das suas necessidades e de suas possibilidades para não se afastar de algo que seja realmente adequado a você e ao seu ambiente.

Em outras palavras, para começar, sugerimos que você defina e mantenha suas prioridades em mente. Essa dica é importante, sobretudo se seu orçamento disponível não for o suficiente para repaginar a cozinha toda de uma só vez.

Para que tudo saia da melhor maneira possível, considere contratar alguém que trabalhe com design de interiores porque a visão profissional sempre apresenta possibilidades que olhos leigos não conseguem ver.

Com isso, ainda que você tenha que ir criando uma cozinha funcional aos poucos, vai ter um projeto bem definido e que respeite as suas prioridades para te guiar.

Mobiliário e eletrodomésticos

Você pode encontrar móveis prontos que se encaixem bem no espaço que você tem, mas se você busca uma cozinha funcional de verdade, o melhor caminho pode ser investir em móveis planejados.

O mobiliário feito sob medida vai te permitir aproveitar ao máximo cada cantinho do ambiente. O tamanho dos gaveteiros, a disposição dos armários e outros estão entre os detalhes que você pode definir exatamente como quer.

Essa opção é, inclusive, a mais indicada para cozinhas menores e que precisam de ainda mais criatividade para garantir um bom uso do espaço.

Seja como for, optar por móveis prontos pode fazer com que você não consiga alocar da forma mais prática seus eletrodomésticos e seus utensílios para cozinha. Algo que, por consequência, compromete a funcionalidade buscada.

Ainda, o mobiliário planejado facilita a vida caso você deseje ter eletrodomésticos embutidos. E por falar neles, além de escolher modelos adequados, na cozinha funcional você precisa pensar onde colocá-los.

Primeiro, você precisa pensar em eletrodomésticos adequados e que realmente vai usar, além de observar a funcionalidade. Uma fritadeira elétrica pode ser considerada um aparelho funcional por permitir o preparo de uma ampla variedade de alimentos, por exemplo.

Segundo, a ideia é que itens usados com frequência, como uma cafeteira elétrica, estejam em um balcão ou bancada sem que sua presença elimine o espaço para trabalhar no preparo de alimentos.

Outro ponto interessante para garantir a funcionalidade é escolher bem onde as tomadas vão ficar, baseando a escolha na praticidade para o dia a dia.

Escolha de utensílios para cozinha

Já falamos do design do ambiente, da escolha de móveis e de eletrodomésticos para uma cozinha funcional. Agora nos resta tratar da escolha dos utensílios.

É certo que existem aqueles que não podem faltar, itens básicos que são indispensáveis para o dia a dia. Algo que nos leva a aprender sobre como montar um jogo de panelas e mais.

Para ir além disso, você pode pensar na funcionalidade dos utensílios de cozinha. De pouco adianta ter um filtro de café de inox, bonitão e durável, se você sequer toma ou prepara café em casa, não é mesmo?

Ainda, para investir bem seu rico dinheirinho e ter itens que valham a pena, você deve avaliar com cuidado suas escolhas em busca de itens versáteis. Vamos a dois exemplos que a Obabox traz para você:

Tampa universal

Pare um instante e pense em quantas vezes você se irritou porque não encontrou a tampa certa para uma panela. Muitas vezes, isso acontece quando já estamos no meio do preparo do alimento e, com isso, passamos aperto para saber como resolver a situação.

Acontece, sobretudo porque perder tampas é normal na cozinha, por mais organizados que sejamos! Por isso, nada mais interessante do que contar com uma tampa universal, ou seja, com uma tampa que se encaixa em diferentes panelas.

A ObaAdapt Cover é ideal para qualquer panela que tenha entre 24 e 28 centímetros de diâmetro. É ainda uma tampa de vidro e, por isso, permite que você visualize o conteúdo da panela para acompanhar o preparo sem precisar destampar.

Conservador de alimentos à vácuo

Outro exemplo de utensílio para uma cozinha funcional é uma tampa que conserva alimentos à vácuo, como a ObaKeep Fresh.

Como você deve saber, a embalagem à vácuo é ótima para conservar os alimentos por mais tempo. Essa é, por si só, uma característica interessante para um utensílio de cozinha.

Mas, já que batemos na tecla da versatilidade em complemento à funcionalidade, precisamos dizer ainda que essa tampa se encaixa sobre diferentes superfícies. Algo que aumenta sua usabilidade.

Além do mais, graças ao seu design, permite que pratos sejam empilhados, favorecendo a organização dentro e fora da geladeira.

Viu só como ter uma cozinha funcional é algo que demanda atenção a diferentes detalhes? O esforço e o investimento, porém, têm tudo para valer a pena.

Se você achou este post útil, aproveite para ler também: Cadê a tampa que estava aqui? 14 dicas para organizar o armário da cozinha!

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *