Algumas cozinhas e áreas gourmets têm azulejos nas paredes do chão ao teto, o mesmo acontece com banheiros. Resultado?

É muita gordura para limpar e isso pode dar um trabalhão a menos que você tenha dicas valiosas.

Neste post, trazemos algumas dicas de como limpar azulejos que vão reduzir a necessidade do esfrega-esfrega que causa dor nos braços e facilitar sua vida de diferentes formas.

Acompanhe!

1. Saiba quais produtos usar

Já que o assunto é como limpar gordura de azulejos, não podemos deixar de mencionar os desengordurantes que existem como opção no mercado.

Há vários deles e você pode escolher com base em suas preferências em relação às marcas e outros fatores que considere relevantes.

Seja qual for a sua escolhas, sempre confira as instruções do fabricante para obter os melhores resultados possíveis.

Em geral, desengordurantes devem ser aplicados com auxílio de uma esponja e, de preferência, usando luvas de proteção.

Em seguida, a orientação mais comum é de deixar o produto agir na superfície por alguns minutos e só depois removê-lo, tirando junto a gordura.

Detergente

Outra opção de produto para limpar azulejo é o detergente. Vale saber que existem até mesmo aqueles que são específicos para desengordurar superfícies, mas você também pode fazer um teste com um detergente convencional.

Uma dica é misturar algumas gotas do produto em água morna e aplicá-la sobre a superfície a ser limpa.

Vale lembrar que a gordura tende a se dissolver melhor com água aquecida, por isso é importante dar atenção a esse detalhe.

Lembre-se, porém, de evitar temperaturas elevadas demais, que possam ser um risco à saúde de sua pele.

2. Conheça misturinhas mágicas

Agora, se você busca uma alternativa aos produtos de limpeza, pode optar por alguma das diferentes misturinhas caseiras que são usadas para turbinar a faxina.

Em geral, são receitas que usam insumos que temos em casa, então esta pode ser uma escolha prática para você que busca dicas de como limpar azulejos.

Vinagre e limão

Para essa mistura, você vai precisar de uma xícara de vinagre branco e uma xícara de suco de limão puro. Caso precise de um volume maior, basta seguir essa mesma proporção.

A misturinha deve ser colocada em um borrifador para que seja facilmente aplicada nos azulejos. Em seguida, você deve esfregar a superfície com uma esponja para retirar a gordura.

Depois, basta enxaguar para tirar resíduos e odores.

Bicarbonato de sódio

O bicarbonato deve ser usado para fazer uma pasta com um pouco de água ou, se preferir, com um pouco de suco de limão. Essa pasta deve ser aplicada nos azulejos e deixada para agir por cerca de 10 minutos.

Na sequência, você vai precisar usar uma escova para remover a mistura e, então, enxaguar os azulejos.

Amido de milho

Se você quer uma dica de como limpar azulejos brancos, a misturinha feita com amido de milho é uma boa opção.

Basta misturar uma colher de sopa de amido em um litro de água e aplicar sobre a superfície com uma esponja. Em seguida, é só enxaguar.

Para que os azulejos fiquem brilhando, é recomendado usar essa mistura com frequência e não apenas de tempos em tempos.

3. Tenha acessórios para limpar o rejunte

Limpar azulejo de banheiro ou de outros ambientes pode ser particularmente difícil por causa da sujeira que se acumula no rejunte. Às vezes, a gente consegue desengordurar a superfície, mas o espacinho entre um azulejo e outro permanece sujo.

Fungos e outros microorganismos estão por trás dessa aparência desagradável e, geralmente, surgem porque encontram condições favoráveis de temperatura, umidade e matéria prima. Super normal!

Para se livrar deles, pode ser interessante ter uma escova de dentes usada apenas para limpeza ou até algum tipo de palito, como o de churrasco, que possa ser usado para a remover a sujeira.

Realmente, é um processo que pode ser um pouco trabalhoso, mas a tendência é que você não precise fazer isso sempre.

Uma vez que remover esses fungos, se seguir uma rotina com os produtos ou misturinhas que apresentamos, tem chances de que os microorganismos não se acumulem e saiam mais facilmente nas próximas limpezas.

4. Use acessórios que facilitam a limpeza

Escovas, esponjas, borrifadores escovas de dente e até palitos de churrasco estão em nossa lista de acessórios e dicas de como limpar azulejos. E tem mais!

Algumas casas têm azulejos na parede atrás do fogão, onde não é tão fácil alcançar. Outras têm azulejos do chão ao teto, o que exige um sobe e desce de escada bastante cansativo para limpar a superfície por completo.

Por isso, vale a pena contar com acessórios como um esfregão ou uma escova elétrica. Esse tipo de ferramenta basicamente é uma escova giratória que faz o esfrega-esfrega por você, e que pode estar acoplada a uma haste extensora.

Assim, além de poupar esforço e livrar você das dores que a limpeza de azulejos pode provocar, uma escova elétrica ainda pode ajudar você a alcançar áreas difíceis.

Algo que também vai facilitar sua rotina.

5. Aposte na flanela para dar brilho

Independentemente de qual ou de quais dicas de como limpar azulejo você escolher seguir, saiba que um acabamento pode ser necessário para deixar as superfícies brilhando feito novas.

Parece simplesmente mais trabalho e esforço para você, mas é simples e vai valer a pena!

Depois de terminar a limpeza dos azulejos, espere-os secar naturalmente ou use um pano para este fim. Na sequência use uma flanela seca para esfregar a superfície e deixá-la brilhando.

6. Lembre-se dos itens de proteção

Por fim, cuide de sua segurança. Pode ser frustrante saber como limpar azulejo da cozinha ou do banheiro, ter sucesso com o resultado, mas acabar se prejudicando de alguma forma no processo.

Produtos químicos, assim como as misturinhas que recomendamos, podem ter efeitos indesejados sobre nossas peles, desde um simples ressecamento até uma alergia um pouco mais grave. Por isso, aposte no uso de luvas de borracha.

Caso você avalie que, durante a limpeza, produtos ou misturas podem acabar espirando em seus olhos, considere também o uso de um óculos de proteção.

Esse risco tende a ser mais comum durante a limpeza de áreas de difícil acesso, sendo sempre interessante avaliar a situação.

Se este post foi útil, temos mais um para você! Leia também: Vale a pena ter uma escova elétrica para limpeza de ambientes?