Você estava lá, fotografando ou filmando um momento especial e, de repente, viu na tela o aviso de que não há mais espaço para armazenamento. Sabe do que você precisa? De um cartão de memória para celular.

Anos atrás, cartões de memória custavam mais caro e somente pessoas que trabalhavam como armazenamento de dados de mídia, como fotógrafos profissionais, os utilizavam.

Como os tempos mudaram, fizemos este post especialmente para que você conheça melhor essa ferramenta e saiba escolher o cartão de memória ideal. Acompanhe!

Para quê serve um cartão de memória

Antes de comprar um celular ― e o mesmo vale para diversos outros dispositivos eletrônicos ―, temos que estar atentos a dois fatores importantes: a capacidade da memória do aparelho e a possibilidade de usar um cartão de memória.

Para saber a capacidade do aparelho, basta consultar suas características técnicas. Celulares modernos, os chamados smartphones, podem ter desde 8 GB de memória até 246 GB, por exemplo.

Tudo o que você utiliza e armazena em seu celular ocupa memória. Cada aplicativo baixado, cada mensagem recebida no WhatsApp e cada foto ou vídeo salvos no rolo da câmera ou galeria.

Assim, se a capacidade do seu celular é menor, você tem três opções: 1. viver apagando arquivos que não sejam tão importantes para liberar espaço; 2. enviar seus arquivos para um serviço de “nuvem”; 3. comprar um cartão de memória para celular e ampliar a capacidade de armazenamento.

Para facilitar as coisas, algumas pessoas preferem investir em celulares modernos com muita memória interna. A questão é que, como você deve suspeitar, essas pessoas pagam mais caro por isso.

Assim, o cartão de memória serve para que você possa armazenar mais arquivos em seu celular, seja um aparelho convencional ― como o Obaphone ― ou moderno ― como o ObaSmart 2.

Um ponto importante que precisa ser ressaltado é que alguns aparelhos, como os iPhones, não permitem o uso de cartões de memória. Portanto, antes de sair procurando um cartão para você, certifique-se de que pode usar esse recurso em seu celular.

Os diferentes tipos de cartão de memória

Existem diferentes tipos de cartão de memória. Saber disso é importante, entre outros motivos, porque um mesmo celular pode não aceitar todos os tipos de cartão. Vamos a eles:

Secure Digital Card

O Secure Digital Card é bastante conhecido como cartão SD e é um cartão de memória bastante popular. Um dos motivos para isso é seu sistema voltado para a segurança (referida pelo termo “secure” que carrega no nome).

Os cartões SD são muito utilizados por fotógrafos, sobretudo porque máquinas Nikon e Canon ― que aparecem entre as favoritas ― são compatíveis com esse tipo de cartão.

Ainda que sejam muito utilizados para fotos, os cartões SD também funcionam em outros aparelhos, a depender de suas características técnicas.

MiniSD e MicroSD

O miniSD é um cartão de memória menor do que seu predecessor, o Sony SD. Em geral, tem capacidade entre 16 MB e 2 GB de memória, o que pode ser o suficiente para garantir a você um pouquinho mais de espaço.

Por sua vez, o microSD é um cartão de memória para celular ainda menor ― inclusive, é o tamanho reduzido que o torna ideal para o uso nesse tipo de aparelho.

Outra vantagem é capacidade que varia entre 128 MB e 8 GB, o que coloca essa opção entre os melhores cartões de memória disponíveis no mercado.

Cartão SDHC

O cartão SD de alta capacidade, ou high capacity em inglês, entrega justamente aquilo o que seu nome indica: sua capacidade de memória varia de 4 GB a 32 GB.

Por essa razão, é um cartão de memória mais utilizado em câmeras digitais, mas possui uma versão menor, o microSDHC, que tem o tamanho ideal para uso em celulares.

Como haveria de ser, o tamanho pequeno e seu poder de armazenagem também colocam o microSDHC na lista dos melhores cartões de memória para celular.

Cartão microSDXC e microSDUC

Basicamente, com o avanço da tecnologia, os cartões foram evoluíndo para ter cada vez mais capacidade. Considerando a lista que apresentamos aqui, a opção que aparece na sequência é o microSCXC que tem entre 32 GB e 2 TB de memória.

Indo mais além, o microSDUC tem cartões com capacidade entre 2 TB e 128 TB; um baita de um espaço disponível!

Como escolher o melhor cartão de memória

A essa altura, você já deve ter concluído que quando o assunto é ampliar o espaço livre em seu celular, quanto mais memória, melhor. Isso é verdade, mas quanto maior a memória do cartão ― e sua velocidade de transferência de dados ― maior seu preço. 

Talvez, a ideia de contar com um cartão com 128 TB faça seus olhos brilharem. A saber. Um único terabyte (TB) corresponde a mil gigabytes (GB). Essa opção, porém, pode pesar muito no seu bolso e até ser demais para suas necessidades.

Em todo caso, há alguns fatores que você precisa observar para não errar na compra. Confira:

  • Compatibilidade. Celulares que permitem o uso de cartões de memória têm um espaço reservado para eles chamado “slot”. Em geral, todo cartão microSD vai caber nesse slot, mas não vai, necessariamente, funcionar. Por isso, você precisa conferir as configurações técnicas do seu aparelho para saber se o cartão de memória para celular desejado realmente é apropriado;
  • Capacidade. Supondo que você tenha encontrado um cartão de 400 GB que considera ideal e cabe no seu orçamento, antes de bater o martelo, certifique-se de conferir a capacidade de seu aparelho. Embora existam no mercado celulares modernos que aceitem cartões com 400 GB, muitos dos modelos existentes no mercado se limitam à SDs de até 32 GB. Ir além desse limite é jogar dinheiro fora porque o cartão pode simplesmente não funcionar;
  • Velocidade. Existem seis indicadores diferentes de velocidade para um cartão de memória para celular. Provavelmente, essa é a característica técnica mais complicada de entender, mas o que você precisa buscar, mais uma vez, é compatibilidade. Para que você tenha uma ideia, um cartão classe 6 é supostamente mais veloz do que um cartão classe 2. Entretanto, pode ser possível achar um cartão classe 2 mais veloz do que um classe 6. A dica para evitar complicação é tentar descobrir, por meio do manual do aparelho ou orientações de especialistas qual a velocidade adequada. Há casos em que essa recomendação é feita pelo fabricante do celular.

Com todas essas informações, você tem o bastante para avaliar a necessidade de contar com um cartão de memória para celular. Além de, claro, ter noção suficiente para investigar as melhores opções para as suas necessidades!

Depois de comprar seu cartão de memória, você vai ter espaço até para transformar suas fotos em vídeos super bacanas. Conheça 7 dicas de aplicativos que vão ajudar!

Share:

1 Comment

  • ANA CRISTINA DA SILVA, 2 de abril de 2021 @ 20:58 Reply

    Gostaria de aprender mais sobre cartão de memória muito interessante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *