Sabe aqueles dias que bate um cansaço? Você não tem vontade de fazer nada a não ser ficar jogado na cama.

Isso é comum, afinal de contas, uma rotina de tarefas corrida pode cansar a qualquer um.

Mas se o assunto for mais profundo, será que você consegue saber como identificar cansaço mental?

Por mais lógico que pareça, o cansaço mental tem características próprias. Essas características precisam ser observadas para saber o motivo de aparecerem e o que fazer para evitar o problema. 

Se você tem alguma desconfiança que sofre com o cansaço mental, o texto de hoje é para você. Confira o que preparamos!

Boa leitura!

Como identificar cansaço mental?

Bom, para quem acredita que o cansaço físico é o único tipo de cansaço que pode existir, a ciência está aí para provar que esse pensamento está errado.

O cansaço mental nada mais é do que um sinal de alerta que a mente está sobrecarregada. 

É muito provável que você passe ou tenha passado por essa situação um dia. Em alguma hora quando você tenta raciocinar, executar alguma tarefa, você simplesmente não consegue.

Parece que a sua cabeça não funciona mais e você sente que precisa de um tempo. Esse é o principal sinal que o corpo dá que você está com cansaço mental. 

Esse é o único sintoma?

Não. O cansaço mental ainda pode apresentar os seguintes quadros. 

  1. Perda de memória: Com a mente cansada e a sensação de desgaste, fica difícil lembrar das informações. Por isso, o cansaço mental também costuma apresentar esse tipo de sintoma. 
  2. Falta de atenção: Outro sintoma importante é a falta de atenção. A pessoa pode tentar se conectar com o que está fazendo, mas parece que fica no automático. Ou então, ela pode simplesmente não dar atenção a detalhes, o que pode prejudicar a execução da tarefa. 
  3. Baixa motivação: O cansaço mental faz com que a pessoa não consiga encontrar ânimo para realizar nada. Até mesmo tarefas boas podem parecer sufocantes e entediantes. 
  4. Hipersensibilidade: Crises emocionais são extremamente normais quando o cansaço mental acontece. Então, reações de tristeza, raiva e mau humor acabam sendo comuns como sintomas de cansaço mental. 
  5. Cansaço físico: E quando o cansaço está na mente é natural que o corpo perca as forças também. Então, quem já sabe que está com cansaço mental, geralmente precisa travar uma batalha diária para conseguir fazer suas atividades e driblar os efeitos no corpo. 
  6. Dores no corpo: Algumas pessoas costumam ficar tensas por conta do cansaço mental. Isso faz com que o corpo comece a se contrair com mais facilidade ou até ficar mais rígido. Torcicolo pode ser um reflexo também do cansaço mental e físico.  

Qual é a causa do cansaço mental?

A causa do cansaço mental não possui uma pré-definição. Os médicos costumam apontar que o motivo pode ser, principalmente, emocional.

A pressão no trabalho, no relacionamento, com relações interpessoais ou motivos pessoais podem trazer para a pessoa todos os sintomas do cansaço mental. 

O que acontece na maioria das vezes é que as pessoas não dão atenção para seus corpos e entendem o momento de dar uma pausa. Porém, a pausa não significa que você tenha que parar e ficar deitado no sofá. Os seres humanos nasceram para o movimento.

Então, quanto mais uma pessoa fica parada, mais ela pode estar propensa a sofrer de cansaço mental. 

Um bom exemplo é o período de quarentena a que fomos submetidos.

Muitas pessoas começaram a se sentir estressadas e cansadas mentalmente, mesmo que suas atividades tenham ficado mais concentradas em casa e tenham se esforçado menos para se movimentar. 

Logo, é possível concluir que o cansaço mental também está ligado à nossa rotina de exercícios e também de tempo livre.

Quanto mais cuidamos de nós, da nossa alimentação, da nossa organização e continuamos em movimento, menores as possibilidades de desenvolvermos o cansaço mental. 

Além disso, é essencial o “feedback”

Não são só exercícios e uma rotina organizada que evitam o cansaço mental.

Se você vive sob pressão, conversar pode ajudar a aliviar a sensação de peso e cansaço que você possa estar sentindo. Sem contar em dedicar um momento todo especial para você fazer o que mais gosta e com quem mais ama.

Então, essa é a sua deixa para dar o primeiro passo. 

O cansaço mental também pode partir de uma cobrança interna. Se você tenta resolver tudo sozinho(a) esses efeitos podem ser sentidos rapidamente pelo seu corpo. 

Ah, e não dá para esquecer: Se você precisar, não tenha medo de pedir ajuda. Profissionais como terapeutas e psicólogos estão prontos para te ajudar a aliviar todo sintoma de cansaço mental. 

Você viu nesse texto:

  • O cansaço mental assola pessoas no mundo todo;
  • Muitas vezes seus sintomas são facilmente reconhecidos. Alguns deles são mudanças no humor e o cansaço físico;
  • Se necessário, é importante pedir ajuda. O cansaço mental pode afetar a vida social e profissional de qualquer pessoa que tenha cansaço mental e não saiba como tratá-lo. 

Mais para a sua saúde em qualquer momento da vida

A pandemia pegou todo mundo de surpresa. Muita gente acreditou que o período passaria logo e que voltaríamos normalmente às nossas rotinas.

Entretanto, o cenário se mostrou mais profundo do que se imaginava e todos fomos conduzidos a mudar muita coisa em nossas vidas. 

Com isso, não só a preocupação com imunidade do corpo se tornou foco de atenção, como também a saúde mental. O isolamento trouxe à tona a temática de como amenizar os efeitos desse período tão denso para todas as pessoas que estão em situação delicada em relação a essa situação. 

Por isso, no texto de sugestão de hoje, convidamos você, caro leitor e leitora, a abrir espaço para a reflexão. Que tal ler o nosso texto Cuide da sua saúde mental durante a quarentena e a pandemia do Coronavírus?

Esperamos que goste da leitura!

Gostou do conteúdo? A gente espera que sim! Então, agora é sua vez de compartilhar esse texto com amigos e família em suas redes sociais.

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *