Aqui, no blog da Obabox, temos um post especial sobre a história das vitrolas e do toca-discos. Já pensou em quanta coisa mudou de lá pra cá? Agora, é possível ouvir música diretamente do celular, de qualquer lugar que você estiver!

O que permite que você escute músicas por meio de um celular moderno são os aplicativos especialmente desenvolvidos com este objetivo.

Neste post, vamos contar a você um pouco mais sobre isso para que você possa ouvir seus artistas e álbuns preferidos quando quiser, com facilidade!

O que é um aplicativo de música

Um aplicativo de música é um desses programas que você baixa pela loja de um smartphone, para instalar em seu celular.

Existem diferentes tipos de aplicativos de música. Um deles, que surgiu há mais tempo, permite que você compre os álbuns que deseja e mantenha-os guardados nos arquivos do programa. É o caso do iTunes.

Assim, sempre que você quiser, pode acessar o iTunes e ouvir suas músicas favoritas. O problema é que o iTunes só pode ser utilizado por aparelhos celulares da Apple (os famosos iPhones). Caso seu objetivo seja ouvir música pelo computador, você consegue instalar o programa independente da marca.

Outro ponto é que o iTunes solicita que você pague pelo álbum que deseja. É como comprar CDs, mas essa ideia não fez muito sucesso. Muitas pessoas aprenderam a usar a internet para baixar músicas sem pagar nada ― algo que não é legal, tanto como ação quanto no sentido jurídico da palavra.

Entretanto, graças a essa possibilidade de baixar músicas de graça, muitos desistiram de comprar álbuns no iTunes. Isso porque, se você tem um limite mensal do quanto gastaria de gastar com álbuns novos, pode acabar não tendo à sua disposição tudo aquilo que deseja ouvir.

O mercado, então, pensou e apresentou soluções que são muito populares hoje: os aplicativos de streaming.

O que é um aplicativo de streaming de música

A palavra streaming, traduzida do inglês para o português, quer dizer transmissão. Então, basicamente temos aplicativos que fazem a transmissão de músicas quase como se fossem plataformas de rádio.

Em geral, os aplicativos de música têm versões gratuitas e versões pagas. Nas versões gratuitas, você tem acesso à milhares de músicas do catálogo, mas precisa conviver com anúncios que interrompem as músicas e algumas outras limitações. Em alguns casos, por exemplo, há limite no número de músicas que você pode pular de forma consecutiva.

As versões pagas dos serviços desses aplicativos de música têm valores considerados acessíveis, inclusive em razão da possibilidade de dividir uma mesma conta ― e o investimento ― com diferentes usuários da mesma família.

Por que usar aplicativos de música

Por que o streaming está dando certo? Ainda existe a possibilidade ilegal de baixar música de graça, mas os aplicativos de música têm um preço justo e um catálogo imenso de álbuns e artistas. Além disso, as músicas que você ouve por meio não ocupam espaço no celular, diferente das baixadas.

A combinação desses fatores faz com que os aplicativos de música sejam um sucesso. Para melhorar, seu uso tende a ser simples e intuitivo. Depois de criar um perfil, você só precisa usar o campo da pesquisa para encontrar seus artistas, álbuns ou músicas favoritas.

Além disso, os aplicativos de música permite que você crie playlists que nada mais são do que listas com suas músicas preferidas. É como se você estivesse montando seus próprios CDs como “músicas para dançar”, “músicas que gosto de ouvir no carro” e mais.

Caso você não queira ser o responsável por montar suas listas, os próprios aplicativos apresentam algumas. Inclusive, usam a inteligência artificial (AI) para tentar descobrir o que você gosta de ouvir e apresentar opções que sejam do seu agrado. Legal, não acha?

Os melhores aplicativos de música e qual escolher

Quando a música de um artista é tocada várias e várias vezes em um aplicativo, esse artista recebe uma quantia em dinheiro. Cada aplicativo tem a sua própria política de valores para o mercado.

Assim, alguns artistas têm todos os seus álbuns somente em um aplicativo em específico, enquanto outros escolhem ter suas músicas em todos os programas que lhes paguem bem o bastante.

Para quem é muito fã deste ou daquele cantor, artista ou banda, essa situação pode até influenciar na escolha do melhor aplicativo de música. Em geral, porém, são os outros fatores que influenciam a decisão do usuário.

Entre esses outros fatores estão o preço e a interface. A interface de um aplicativo é a sua aparência e forma de uso. Caso você não tenha algum aplicativo em mente ou nenhuma indicação feita por alguém de confiança, a dica é experimentar as versões gratuitas e descobrir de qual você gosta mais.

Na lista de melhores aplicativos de música figuram:

Spotify 

Este é, provavelmente, o mais popular dos serviços e, por essa razão, comumente destacado como o melhor aplicativo de música. Sua faixa de preço é bem similar à dos demais, então, o principal critério de decisão é mesmo o gosto pessoal.

Não raro, o Spotify cria promoções para que novos usuários experimentem um mês premium gratuitamente. O serviço premium é o pago, sem anúncios, sem limitações e com a possibilidade de ouvir músicas mesmo quando não houver conexão com a internet.

Além disso, pela plataforma do Spotify você consegue seguir os amigos que tem no Facebook e pode acompanhar o que eles ouvem e escutar suas playlists.

Deezer 

O Deezer é uma das alternativas buscadas por que, por algum motivo, não quis usar o Spotify

Um ponto interessante é que, assim que você cria a sua conta nesse aplicativo de música, pode informar quais são seus gêneros musicais favoritos. Assim, a seleção automática do programa começa a ser feita imediatamente, tentando apresentar sons que sejam do seu agrado.

Além disso, o Deezer conta com uma configuração que permite que o som da música abaixe gradualmente nos segundos finais. Algo que deve soar familiar para quem escutava vinis no período auge das vitrolas e toca-discos.

Tidal 

O Tidal é um aplicativo de música criado por um artista americano do rap chamado Jay-Z. 

Como músico, Jay-Z quis que sua plataforma contasse com uma tecnologia capaz de evitar a perda da qualidade do som. Com isso, além da versão paga mais básica, existe também uma opção mais cara recomendada a quem possui aparelhos de alta qualidade para a reprodução das músicas.

Outras opções existentes no mercado são: Amazon Music, Youtube Music, Google Play Music.

Em geral, os aplicativos podem ser usados tanto pelo computador, quanto por meio de um celular moderno. No computador, é possível somente acessar o site ou instalar o aplicativo na máquina. Já pelo celular, é preciso instalar o aplicativo de música, algo que pode ser feito sem complicações.

Uma coisa legal a ser dita é que, caso você opte pela versão paga de algum aplicativo, pode cancelar sua assinatura a qualquer momento. Assim, não fica preso a planos de fidelidade que você tem que aguentar ou optar pelo pagamento de multas caso decidir cancelar o serviço.

Gostou do post, está disposto a instalar um aplicativo de música, mas ainda sente falta dos formatos antigos? Aproveite para ler nosso post sobre a história do disco de vinil!

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *