Comprar celular ou qualquer tipo de eletrônico é simples. A questão mesmo é saber o que fazer quando aparelhos eletrônicos antigos começam a tomar espaço e não se sabe o que fazer com eles. 

Se você é do tipo de pessoa que não vê a hora de desapegar desses objetos, o texto de hoje vai te ajudar nessa missão. A ObaBox vai apresentar diversas dicas para que você abra espaço no seu armário e destine os aparelhos da forma correta. 

Descubra agora como. Boa leitura!

Aparelhos eletrônicos antigos: o que fazer?

Talvez uma vez na vida você já deve ter pensado o que fazer com os aparelhos eletrônicos antigos. Não é uma resposta tão simples assim de ser respondida, afinal, o foco da maior parte das pessoas está na compra e não no descarte. 

É sabido também que descartar aparelhos eletrônicos antigos não é tarefa fácil. Dependendo do tipo de aparelho, o descarte feito de forma incorreta pode acabar prejudicando até o meio ambiente. 

Só para você ter uma noção da grandiosidade do assunto que estamos falando, cerca de 50 milhões de toneladas de lixo eletrônico é produzido todos os anos no mundo. E o Brasil? Bom, as nossas terras brasileiras lideram esse ranking, segundo informações da Organização das Nações Unidas, a ONU. 

Aparelhos antigos que possuam bateria, como é o caso de pilhas e celulares, podem acabar ficando encostados dentro de casa. Como falta informação para saber como proceder, muita gente acaba esquecendo ou então deixando para depois. 

A boa notícia é que tem jeito sim. Mas para isso é necessário que você preste atenção em algumas informações. Abaixo vamos te dar algumas dicas para você saber o que fazer e colocar a mão na massa desde já. 

  1. Venda: O seu aparelho ainda está bom para ser usado? Que tal fazer uma avaliação com um técnico e ver como ele está funcionando? Muita gente pode não conseguir comprar um aparelho novo. Mas um usado pode ser a solução dos problemas de quem comprar. Vale a pena pensar na alternativa e ainda tirar um dinheiro extra. 
  2. Faça uma doação: Acha que vender não vai te trazer tanta vantagem assim? Bom, se o aparelho ainda funciona e pode fazer alguém feliz, uma excelente opção é doar. Fica sendo a sua boa ação da semana.
  3. Readapte: Quando o aparelho eletrônico antigo começa a ser ultrapassado pelos últimos lançamentos a primeira coisa que vem a cabeça é: trocar. Não que você não possa fazer isso, mas há formas de você continuar usando o aparelho. A readaptação é basicamente uma atualização das funções que o seu aparelho pode fazer. 
  4. Passa-repassa: Bom, que tal ser a pessoa que também investe na inclusão digital? Algumas pessoas que estão com idade avançada podem ter dificuldade de mexer com tecnologia. Aparelhos eletrônicos antigos podem ser uma boa alternativa para que essas pessoas se sintam incluídas e possam aprender como manusear os aparelhos. 
  5. Não tem mais funcionalidade? Descarte em segurança: Como falamos anteriormente, o descarte do lixo eletrônico é diferente do lixo normal. Descartar ambos os lixos no mesmo lugar pode acabar colocando em risco o meio ambiente e até a saúde de seres humanos. Por isso, o ideal é buscar uma central de descarte de lixo eletrônico para fazer o descarte sem riscos. Busque pelos pontos de coleta.
  6. Pense na reciclagem: Você pode até não ser uma pessoa que saiba como mexer com reciclagem, mas existem diversos pontos que transformam o lixo eletrônico em grandes feitos. As obras de arte são exemplo da prática e também ajudam a diminuir o descarte de lixo eletrônico da melhor forma possível. 
  7. Procure por colecionadores: Muita gente é fascinada com história da tecnologia. Assim como existem diversas pessoas que colecionam acervos históricos, também existe quem deseja contar uma história com aparelhos eletrônicos antigos. Então, que tal procurar por pessoas com esse tipo de proposta? 

Antes de decidir o que fazer, saiba como guardar

Você pode até levar um tempinho para conseguir direcionar os seus aparelhos eletrônicos antigos. Então, enquanto isso, você precisa armazená-los, principalmente para que não percam suas funções ou deixem de funcionar. 

O ideal é que para qualquer tipo de aparelho, o mesmo seja guardando dentro da sua caixa original. Além disso, guardar o manual também pode ajudar a próxima pessoa a saber como funciona o aparelho. 

Se os seus aparelhos não funcionam mais, mantenha-os guardados em caixa longe de umidade. Assim o aparelho, mesmo que não funcione, também fica preservado para o seu próximo destino. 

Você viu nesse texto:

  • É muito comum não saber o que fazer com aparelhos eletrônicos antigos;
  • Com o avanço da tecnologia, muitos aparelhos acabam ficando “velhos” mais rápido do que se pode imaginar;
  • Porém, se você está com seus aparelhos há um bom tempo ou então deseja trocar de aparelho, mas não sabe o que fazer com o antigo, sempre há uma boa solução para essa questão;
  • Uma dessas soluções é apostar na doação para pessoas que não podem comprar aparelhos. Assim, você além de fazer uma boa ação, acaba trazendo utilidade para um aparelho que ainda pode ser bem aproveitado. 

Mais sobre celular e inovação

Com a chegada da tecnologia passou a ser cada vez mais descartável o uso de aparelhos de telefone e outros eletrônicos. Seja pelas recentes novidades do mercado ou então pela perda de utilidade, o descarte é uma realidade. 

Porém, há quem ache um desperdício ficar trocando de telefone o tempo todo. O maior objetivo de quem não quer trocar de telefone tão cedo é saber como manter a vida útil do celular por muito mais tempo. 

Pensando nisso, nossa sugestão de leitura vai dialogar com quem não quer abrir mão do seu aparelho de jeito não. Não deixe de ler Você sabe como aumentar a vida útil do seu celular?

Depois diga para a gente o que você achou! Estamos curiosos para saber!

Gostou do conteúdo? Todo mundo aqui da ObaBox espera que sim! Então, agora é sua vez de testar o seu poder de influência! Não deixe de compartilhar esse texto em suas redes sociais com amigos e familiares.

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *