Tem gente que já comprou uma coisinha ou outra a granel, mas nunca pensou em transformar isso em um hábito. Se identificou aí?

Nos últimos tempos, pessoas mais preocupadas com uma vida que gere menos impacto para o meio ambiente passaram a investir mais na compra de produtos a granel.

Vamos falar a respeito disso, além de indicar alguns outros motivos para que você possa avaliar melhor essa mudança. Também compartilharemos dicas de como comprar alimentos a granel. Confira!

Comida a granel e meio ambiente

O cuidado com o meio ambiente talvez não tenha sido o primeiro motivo a fazer com que, em algum momento da história, parte da sociedade tenha optado por comprar a granel.

Entretanto, esse é mesmo um motivo que se destaca por trás da troca de hábitos para muita gente nos dias de hoje. Ao que parece, o número de pessoas preocupadas em gerar menos lixo e em comprar do pequeno está aumentando. Você tem percebido?

A compra de produtos a granel é uma prática recomendada por muitos ambientalistas porque nos permite respeitar os 3 Rs: reduzir, reaproveitar e reciclar.

Para que isso funcione bem, é interessante que você leve embalagens reutilizáveis para colocar os alimentos. Assim, você evita a geração de lixo e mantém tudo separadinho.

Outros 5 motivos para comprar a granel

Como dissemos, a questão ambiental não é a única que faz pessoas comprarem alimentos e temperos a granel. Separamos algumas outras razões, confira:

1. Evita o desperdício

Quando você compra a granel, compra alimentos pelo peso. Decide se quer 100g, 500g, 1kg ou a quantidade que definir.

Com isso, você logo aprende a só levar a quantidade que vai conseguir consumir e/ou manter conservada sem que estrague.

Dessa forma, você gasta menos porque compra exatamente a quantidade que precisa e não tem o peso na consciência de acabar jogando comida fora depois.

2. Você encontra alimentos frescos

Produtos que são vendidos a granel nem sempre têm data de validade porque essa é uma informação determinada pela indústria e que viria na embalagem que não existe.

Certamente, isso não significa que produtos naturais a granel vão durar para sempre. Entretanto, justamente por não contarem com um prazo definido, precisamos que estejam sempre frescos.

Não custa nada perguntar no local quando determinado alimento chegou para que você tenha uma noção de tempo mais clara.

Apenas tenha em mente que, se algo te parecer velho, há grandes chances de que uma nova remessa fresquinha esteja prestes a chegar!

3. Ajuda você a se alimentar melhor

Além de temperos e frutas secas, é muito comum comprar cereais e grãos a granel. Percebeu que mencionamos coisas que você já sabe que são importantes para uma alimentação nutritiva?

Caso você ainda não saiba bem sobre, destacamos alguns pontos relevantes especialmente sobre os grãos:

  • São ricos em carboidratos complexos e, por isso, uma excelente fonte de energia para o organismo;
  • São ricos em vitaminas B e ferro;
  • Diversos tipos de grão são ricos em fibra.

Fora isso, quando você vai a uma lojinha que vende alimentos a granel, tem chances de desenvolver um novo olhar sobre a comida.

Ver a variedade de temperos ― sem medo de perguntar sobre ― pode ajudar você a usar menos sal no dia a dia e reduzir também o uso de tablets e molhos prontos que contêm sódio em excesso.

4. Tende a ser mais barato

Compras a granel podem custar 5x menos. Não vamos cravar que você sempre vai gastar menos, mas acredite que é provável que sim.

Um dos motivos é que você vai comprar as quantidades que precisa, sem pagar por algum extra porque não existe uma embalagem menor. No supermercado, a gente nem sempre encontra uma opção feita sob medida, não é?

E por falar em embalagem, ela também tem custo para os fabricantes. Com isso, pode influenciar o preço dos produtos. Na compra a granel quem leva a embalagem é você, então rola mais uma economia aí.

5. Evita a contaminação por resíduos

Ainda, justamente por você ter a opção de escolher qual embalagem vai usar, pode se afastar do risco de contaminação por resíduos.

O plástico comum é um material que tem potencial para soltar componentes químicos, sobretudo quando exposto a temperaturas mais altas. Isso pode acabar contaminando os alimentos, ainda que em níveis baixos.

De grão em grão… Já dizia o ditado! Se você pode evitar ir se contaminando aos poucos ao comprar a granel, tem bons motivos para fazê-lo.

Dicas para comprar produtos a granel

Agora que você já tem bons motivos para comprar produtos a granel, vamos te dar algumas dicas para fazer isso da melhor maneira possível.

Saiba quais produtos comprar

Se você nunca foi a uma lojinha que venda comida a granel, pode se surpreender ao descobrir que tipos de produtos pode encontrar por lá. Confira os mais comuns:

  • Nozes e castanhas;
  • Farinhas de diversos tipos;
  • Frutas secas;
  • Arroz, feijão, grão de bico, lentilha e outros grãos;
  • Temperos e especiarias;
  • Chocolate e cacau em pó;
  • Leguminosas e conservas;
  • Frutas e verduras.

Caso queira ter uma noção mais clara, passe um dia sem compromisso na lojinha a granel do seu bairro e analise suas opções.

Pergunte sobre o produto

Nem sempre produtos a granel têm validade bem definida. Isso não impede você de perguntar sobre o dia em que o alimento chegou à loja e até por quanto tempo deve seguir em bom estado.

Aos poucos, você vai aprender melhor sobre isso com a experiência e sentir mais segurança para fazer suas escolhas, inclusive no que diz respeito à quantidade.

Use etiquetas de identificação

O que você faz hoje quando bate a vontade de fazer um bolo e você encontra um pacote convencional de farinha na dispensa? Confere a data de validade, supomos.

Com isso em mente, ao chegar em casa das compras a granel, cole etiquetas informando o produto, a data de compra e a validade estimada, caso você saiba.

Com isso, você não se perde com relação ao que tem. Ainda, tem chance de entender melhor qual é seu ritmo de consumo de cada alimento para fazer escolhas de quantidade mais assertivas na próxima compra.

Conheça suas opções de embalagem

Por último, mas não menos importante, conheça suas opções de embalagem para quando for comprar comida a granel.

Sim, as lojinhas vão ter saquinhos plásticos caso você prefira, mas alertamos que não é lá muito ecológico. Então, acompanhe nossas sugestões:

  • Use saquinhos de tecido tipo voil ou saquinhos em forma de rede, com furinhos, para frutas, verduras e legumes;
  • Considere usar potes de vidro com tampa para garantir a vedação a depender do alimento e da quantidade.

Pense na praticidade e na conservação para decidir!

  • Busque opções alternativas como embalagens de plástico livres de BPA, que sejam reutilizáveis e tenham sistema de vedação. Assim, você carrega menos peso do que se optar pelo vidro.

Ainda, lembre-se de levar ecobags para acondicionar suas compras e poder transportá-las com facilidade de volta para casa.

Conclusão

Como vimos, são vários os motivos para comprar a granel. Você não precisa se identificar com todos eles para fazer essa mudança em sua vida.

Assim, se algo te fez pensar que vale a pena tentar, tente! Pesquise sobre lojinhas e mercadinhos a granel perto de você, faça sua lista de compras e separe as embalagens.

Depois, especialmente no médio prazo, faça as contas e um balanço geral para verificar a economia e “pesar” os benefícios!

Gostou da ideia de ser amigável ao meio ambiente e gastar menos? Leia também: Criatividade e economia: 8 receitas com sobras de alimentos!

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *