Para muitos, cozinhar é um prazer e para outros uma necessidade. Seja como for, a máxima “todo cuidado é pouco” se aplica para evitar incidentes e acidentes na cozinha.

Incidentes são aquelas situações de menor gravidade, problemas pequenos, mas que podem causar um baita transtorno, como deixar o arroz queimar. Já os acidentes podem ser mais graves, como a explosão de uma panela de pressão ou levar um banho de óleo quente.

Fizemos essa diferenciação para que você saiba que, neste post, nosso objetivo é ajudar você a evitar acidentes domésticos, dos mais simples aos mais complexos, enquanto cozinha. Vamos lá?

1. Mantenha os cabos das panelas voltados para dentro

Para você, parece impossível que alguém seja desastrado o suficiente para acabar batendo a mão em um cabo de panela e entornando todo o seu conteúdo? Pois pode acontecer.

Uma das principais dicas de como evitar acidentes domésticos na cozinha é a prevenção. Manter os cabos das panelas para dentro faz com que seja muito mais difícil que um pequeno deslize se transforme na tragédia de um banho de água ou óleo quente.

Lembra-se disso é importante, sobretudo em casas que têm crianças pequenas. Ainda que sejam instruídas a não se aproximarem do fogão, crianças são curiosas e podem tentar alcançar um cabo de panela que esteja à vista.

Ainda que o alimento ou líquido lá dentro ainda não esteja quente, se o puxão for suficiente para derrubar a panela, ela pode acabar caindo em cima da criança, machucando-a;

2. Segure os cabos das panelas ao misturar a comida

Especialmente quando estamos preparando mais de um alimento simultaneamente ou quando estamos com pressa, podemos perder um pouco a noção da própria força.

Ao misturar o alimento em uma panela de forma mais enérgica do que a necessária, por exemplo, podemos acabar deslocando-a. Esse deslocamento pode provocar incidentes, como respingos de gotas quentes causados pelo movimento brusco, ou queimaduras mais graves pelo derramamento da comida quente no corpo.

Por isso, não custa se precaver e segurar o cabo das panelas sempre que for misturar algo;

3. Não jogue alimentos em óleo quente

Lidar com fritura é algo que sempre requer atenção. As queimaduras causadas por óleo quente podem ser bastante dolorosas e até requerer atenção médica.

O medo faz com que muita gente prefira não se aproximar da panela para colocar os alimentos a serem fritos de forma mais delicada. Ainda que seja aconselhável manter certa distância, porém, o ideal é que evitemos jogar os alimentos em óleo ou gordura quente.

Isso porque ao jogar os alimentos em direção à panela, podemos fazer com que o óleo respingue bem alto e acaba nos atingindo;

4. Cuidado com as grelhas do fogão

Outra dica para evitar acidentes domésticos, válida tanto para quem prepara as refeições quanto para quem limpa a cozinha, é ter cuidado com as grelhas e trempes do fogão.

Feitas de ferro fundido, essas peças podem alcançar temperaturas muito altas, capazes de provocar dolorosas queimaduras nos dedos ou mãos dos “desavisados” que acabam por tocá-las antes que resfriem.

Por isso, caso você tenha dúvidas se a grelha e a trempe ainda estão quentes, a dica é jogar umas gotinhas de água e observar. Se o líquido borbulhar ou evaporar imediatamente, é sinal de que as estruturas estão quentes demais para serem tocadas sem auxílio de luvas térmicas;

5. Prefira luvas a panos para manusear travessas

E por falar em luvas térmicas, utilizá-las é uma boa forma de evitar acidentes na cozinha, sobretudo quando decidimos manusear travessas que vão ao forno.

Na ausência de luvas, há quem dobre panos de cozinha para aumentar a barreira entre as mãos e o calor das travessas. A estratégia é válida, mas não tão segura.

Isso porque, além de proteger mais, a luva confere mais estabilidade. Algo que tende a ser importante, sobretudo porque o peso da travessa pode nos fazer ter pequenos desequilíbrios ao manuseá-la.

Em comparação com os panos dobrados, as luvas nos permitem segurar uma travessa quente com mais firmeza e com mais garantia de que o calor que chega até as nossas mãos não é o suficiente para causar dor ou feridas;

6. Não deixe panos sobre as bocas do fogão

No dia a dia na cozinha, é muito importante não deixar panos de prato sobre as bocas do fogão. Caso haja algum vazamento que dê início a um incêndio, o pano vai acabar ajudando o fogo a crescer e se alastrar.

Para minimizar o risco, sempre que possível, convém virar a chave da mangueira do botijão de gás enquanto o fogão não estiver em uso;

7. Tenha atenção ao uso correto da panela de pressão

Seguir as instruções de uso da panela de pressão é fundamental para evitar acidentes domésticos que podem ser muito graves.

Antes de qualquer coisa, é preciso ter atenção ao volume de líquido colocado dentro da panela. O excesso pode entupir a válvula de segurança, deixando a panela de pressão mais instável.

Sobre a válvula, inclusive, é importante mantê-la sempre limpa e, durante o uso da panela, verificar seu funcionamento. Caso o vapor não esteja sendo eliminado, convém desligar o fogo para evitar explosões.

Além disso, ao final do preparo da alimentação, é preciso respeitar a regra de que a panela de pressão só pode ser aberta depois que o vapor tiver parado de sair pela válvula;

8. Não ferva água no microondas

O microondas é um eletrodoméstico bastante prático que, sem dúvida, revolucionou nossas vidas na cozinha. Concorda?

Toda essa praticidade, porém, não pode ser usada para ferver água (pura), porque isso pode acabar fazendo com que uma água quentíssima exploda em direção às suas mãos ou até à sua face.

Quando a água é aquecida no microondas, pode atingir temperaturas mais elevadas do que a de ebulição, mas não vemos a formação de bolhas porque a água não ferve.

Assim, ao abrir a porta do microondas, tudo o que vemos é um copo com água parada, estável. Um simples toque ― uma simples vibração ―, porém, é suficiente para acabar com essa estabilidade e fazer com que, imediatamente, bolhas surjam na água.

O surgimento dessas bolhas pode acontecer de um modo mais agressivo do que esperamos, digamos assim, provocando a água a espirrar para fora do copo, podendo provocar queimaduras graves.

Para entender melhor o que pode acontecer, convém assistir ao experimento feito pela TV Uol e publicado em seu site;

9. Não coloque objetos metálicos dentro do microondas

Ainda sobre o uso do microondas, outra dica para evitar acidentes domésticos é não colocar objetos metálicos dentro do eletrodoméstico.

É preciso atenção porque algumas porcelanas mais antigas têm desenhos brilhantes, em prata ou dourado, que são feitos com tinta metálica. Por isso, sempre convém conferir se o recipiente é indicado para uso ao microondas.

O que acontece é que o metal dos objetos acaba provocando a formação de faíscas dentro do eletrodoméstico. Algo que pode danificar o microondas ou, pior, causar um incêndio;

10. Evite utilizar facas sem corte

Por fim, mas não menos importante, evite usar facas cegas ou sem corte. Quando fazemos uso de um utensílio nessas condições, precisamos fazer mais força, seja para descascar, cortar, fatiar ou picar.

A combinação de lâmina cega e força pode fazer a faca escapulir ou simplesmente deslizar pelo alimento ao invés de cortá-lo. Ambas as situações aumentam as chances de que sejamos atingidos.

Ainda que a faca esteja sem corte, a pele de nossas mãos pode ser mais sensível do que muitos alimentos. Isso sem mencionar que podemos ser atingidos pela ponta da faca em questão.

Em todo caso, há um risco de acidente doméstico que podemos deixar de correr ao optar por manter nossas facas sempre afiadas.

Conhece alguma outra dica para evitar incidentes e acidentes na cozinha? Compartilhe-a conosco nos comentários!

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *